Quais são os documentos e requisitos para viajar para Marrocos? Embora seja um país relativamente próximo de Portugal e com muitas ligações, devemos considerar que podem ser necessários documentos especiais, especialmente nesta época da covid-19. Na IATI Seguros, apaixonados pelo país africano, queremos fornecer-te toda a informação de que necessitas para facilitar a tua viagem. Como tal, neste artigo encontrarás a documentação necessária para viajar para Marrocos, quais os requisitos solicitados e informações relacionadas com a abertura de fronteiras devido à covid-19.

Continua a ler e descobre todos os requisitos para viajar para Marrocos em 2022.

Marrocos e covid-19, é possível viajar em 2022?

Após longos meses de fronteiras fechadas, é de novo possível viajar para Marrocos (as fronteiras abriram a 7 de Fevereiro de 2022). No entanto, há uma série de requisitos para viajar para Marrocos, que discutiremos a seguir. As fronteiras terrestres com Ceuta e Melilla ainda estão fechadas, pelo que terás de viajar de avião. No entanto, parece que estas poderão abrir em breve. As fronteiras marítimas já estão operacionais.

No caso de viajares de avião precisas de ser vacinado contra a covid-19 com o esquema completo de vacinação. Para além disso, terás de preencher um formulário e de fazer um PCR antes de viajar.

Por outro lado, parece que o PCR obrigatório pré-viagem poderá em breve ser abolido, tal como tem acontecido nas fronteiras marítimas. Assim que isto acontecer, actualizaremos este artigo sobre os requisitos para viajar para Marrocos.

A situação da covid-19 em Marrocos

Felizmente, a 4ª vaga de covid causada pela variante Omicron está a diminuir a um bom ritmo. Isto levou o país a reabrir as suas fronteiras. Na verdade, o governo marroquino já declarou o fim desta vaga.

Quanto à vacinação em Marrocos, mais de 63,3% da sua população já está vacinada com o esquema de vacinação completo, o que o torna o país africano com a mais percentagem de vacinação. O governo marroquino começou a imunizar os seus cidadãos no final de Janeiro de 2021 e chegou a um acordo para começar a fabricar as vacinas Sputnik. O objetivo é vacinar 80% da população e já inoculou mais de 6,2 milhões de terceiras doses, bem como crianças.

A partir de hoje e até novo aviso, as medidas restritivas em Marrocos são muito leves e dizem apenas respeito a empresas. De facto, o Ramadão está a ser celebrado quase como é habitual.

Mesmo assim, deves saber que é obrigatório apresentar um certificado de vacinação (para as pessoas com mais de 12 anos de idade) para:

  • Aceder a todas as administrações públicas;
  • Entrar em hotéis, restaurantes, cafés, espaços fechados, lojas, ginásios e hammams.

Não se pode dizer que viajar hoje para Marrocos já está a 100%, como é o caso em quase todos os países do mundo. Portanto, assim que o acesso for novamente possível, será necessário viajar com cautela e seguir os protocolos locais. Além disso, o Ministério dos Negócios Estrangeiros indica que as condições de saúde em Marrocos são boas nas principais cidades, mas que nas cidades mais pequenas e nas zonas rurais, as instalações de saúde são de um nível inferior, mal equipadas e com pessoal de saúde pouco qualificado. Por este motivo, “é importante fazer um seguro de viagem fiável, incluindo assistência médica e repatriamento, que pode ser muito caro se necessário”.

O teu melhor companheiro de aventura é o IATI Mochileiro, o melhor seguro para viajar para Marrocos. Graças a ele, estarás coberto até 500.000 euros em despesas médicas, incluindo as decorrentes de uma possível infeção por covid-19. Além disso, cobriremos também as tuas despesas no caso de teres de ser repatriado ou teres de regressar a casa mais cedo porque um membro da família faleceu ou teve de ser hospitalizado. Esta política é perfeita para um viajante todo-o-terreno como tu, cobrindo-te 24 horas por dia, mesmo quando praticas desportos de aventura como caminhadas nas dunas do deserto ou nas montanhas do Atlas.

O maior mercado de Marraquexe em Marrocos. Jama el Fna - mercado tradicional e símbolo da cidade de Marraquexe

Seguro de viagem para Marrocos, um documento essencial

Embora uma apólice de seguro não seja um documento obrigatório para viajares para Marrocos, é um requisito muito importante. Como o Ministério dos Negócios Estrangeiros salienta, os cuidados de saúde de qualidade no país africano são prestados em hospitais e clínicas privadas, o que pode resultar em contas muito elevadas, mesmo que se trate de coisas tão triviais como uma entorse no tornozelo ou uma infeção no estômago. Como nenhum de nós está livre destes percalços, viajar sem um bom seguro de viagem não é a coisa mais aconselhável a fazer. O Ministério dos Negócios Estrangeiros, sublinha também que deves incluir o repatriamento médico, essencial em tempos de pandemia como a atual.

O IATI Mochileiro é a melhor alternativa para uma tal aventura. Fornecer-te-emos assistência 24 horas por dia na tua língua e terás a seguinte cobertura, quando viajares para Marrocos:

  • Até 500.000 euros de cobertura e assistência médica;
  • Cobertura em caso de contágio pela covid-19, incluindo assistência médica, convalescença no hotel e repatriamento;
  • Não terás de adiantar dinheiro ou pagar franquias;
  • Estarás coberto se praticares desportos de aventura como surf ou caminhadas;
  • Cobertura para roubo e danos na bagagem até 1.500 euros.

Não hesites mais e contrata agora este seguro de viagem para a tua aventura.

melhor seguro de viagem para marrocos

Preciso de um visto para viajar para Marrocos?

Os cidadãos portugueses não necessitam de visto para viajar para Marrocos para fins turísticos. Podes ficar 6 meses no prazo de um ano e não mais de 90 dias em cada período de 6 meses. Se quiseres prolongar a tua estadia, terás de se dirigir à polícia.

Os cidadãos dos seguintes países estão também isentos da obrigação de visto: Argentina, Argélia, Andorra, Austrália, Áustria, Bahrain, Bulgária, Brasil, Bélgica, Congo (Brazzaville), Chile, Canadá, Colômbia, Costa do Marfim, Croácia, Chipre, Chipre, Dinamarca, Estónia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Guiné, Indonésia, Irlanda, Filipinas, Coreia, Irlanda, Eslovénia, Espanha, Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos, Islândia, Itália, Japão, Kuwait, Letónia, Líbia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Mali, Malta, México, Mónaco, Holanda, Nova Zelândia, Níger, Noruega, Omã, Peru, Filipinas, Polónia, Espanha, Qatar, Roménia, Rússia, Senegal, Singapura, República Eslovaca, Eslovénia, Espanha, Suécia, Suíça, Tunísia, Turquia, Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos da América e Venezuela.

Se fores titular de um passaporte de um país diferente dos acima indicados ou se viajares por outras razões que não o turismo, terás de solicitar um visto para viajar para Marrocos na embaixada ou consulado mais próximo.

O povo berbere nas dunas do deserto do Saara

Documentos para viajar para Marrocos: covid-19

Como te dissemos acima, podes viajar novamente para Marrocos desde 7 de Fevereiro de 2022 .

Os documentos necessários para viajar de Portugal para Marrocos por via aérea são os seguintes:

  • Passaporte válido com uma validade mínima de 6 meses a partir da entrada no país. O cartão de cidadão não é aceite.
  • Certificado de vacinação: deves provar que foste vacinado contra a covid-19 com o esquema completo de vacinação e que decorreram pelo menos 14 dias desde a última dose. O Certificado EU COVID é válido.
  • PCR realizado nas 48 horas anteriores ao embarque no voo para Marrocos.
  • Alguns viajantes podem ser convidados a fazer um teste adicional no prazo de 48 horas após a chegada ao seu hotel ou local de residência.
  • La Fiche Sanitaire du Passanger. Isto pode ser feito online ou no avião ou navio, onde também será distribuído aos passageiros. Aqui terás de fornecer detalhes de contacto para que possas ser contactado, se necessário, durante os primeiros 10 dias da tua viagem a Marrocos.

Para além destes requisitos para viajar para Marrocos, deves considerar que o país aplica um regulamento de saída para cidadãos ou residentes marroquinos. Neste caso, os viajantes são obrigados a ser totalmente vacinados (2 doses ou 1 dose de Janssen) desde que não tenham passado menos de 4 meses desde a última dose ou que já tenham uma dose de reforço. Se tiveres tido covid há menos de 28 dias e só tiveres as 2 doses (ou 1 Janssen) podes deixar Marrocos desde que apresentes o resultado positivo mais um certificado de recuperação ou o resultado negativo subsequente.

Estás a viajar com crianças para Marrocos? Então deves saber que as crianças com menos de 18 anos não têm de ser vacinadas. As crianças menores de 6 anos estão isentas de qualquer requisito para viajar para Marrocos. As crianças entre os 6 e os 18 anos de idade devem ter um PCR para entrar em Marrocos.

Contrata agora o melhor seguro para Marrocos com cobertura para a covid-19:

melhor seguro de viagem para marrocos

Lembra-te de consultar fontes oficiais antes de organizares a tua viagem, pois este é um momento onde as informações estão em constante mudança.

Requisitos para viajar para Marrocos por mar

Com a abertura das fronteiras marítimas e a retomada das linhas de ferry entre Marrocos e Portugal, deverás ter em conta estes requisitos para uma tal viagem:

  • Passaporte
  • Preencher o formulário de saúde que te será entregue no ferry.
  • Mostrar o certificado de vacinação COVID ou um atestado médico demonstrando que fizeste um teste PCR nas 72 horas anteriores ao embarque. Os testes de antigénios não são aceites.

Vacinas para viagens a Marrocos

Neste momento, não há vacinas obrigatórias para viagens a Marrocos. Contudo, o Ministério dos Negócios Estrangeiros declara que a tuberculose e a hepatite A são recomendadas, pelo que é melhor visitares um centro de vacinação pelo menos 3 semanas antes da tua viagem. Marca uma consulta o mais cedo possível para que um médico te possa dizer o que é melhor para ti.

É aconselhável seres extremamente higiénico no país, especialmente quando se trata de alimentos. É aconselhável lavares bem a fruta e beberes água engarrafada fora das grandes cidades. No Verão, é aconselhável não exagerares nas saladas e teres à mão comprimidos anti-diarreicos.

Quanto às vacinas contra a covid-19, é um requisito para viajar para Marrocos teres sido vacinado com uma das vacinas disponíveis. Também te permitirá a entrada em estabelecimentos onde este documento é exigido. É portanto aconselhável manteres o teu certificado de vacinação num local seguro.

viajante em frente a edificio em Essaouira

Carta de condução para Marrocos

Estás a planear conduzir durante a tua viagem? Então, estarás interessado em saber que Marrocos e Portugal assinaram um acordo sobre o reconhecimento recíproco e a troca de cartas de condução. Isto significa que poderás conduzir com a tua carta de condução portuguesa em Marrocos. A troca é automática para os titulares de licenças de tipo A e B. Para licenças do tipo C, C/E, D e D/E, é necessário passares por um teste teórico e um teste prático em Marrocos.

Por outro lado, se o fizeres com o teu próprio veículo, o Ministério dos Negócios Estrangeiros indica que é melhor que estejas segurado com a máxima cobertura possível, devido à elevada taxa de acidentes na estrada. Outra coisa a considerar é que quando atravessas a fronteira com o teu carro, a matrícula é registada no teu registo criminal, pelo que é aconselhável andares sempre com o mesmo veículo, a menos que possas justificar a razão da estadia do veículo em Marrocos. Se entrares no país utilizando um carro que não é teu, terás de trazer contigo um documento validado pela representação diplomática ou consular marroquina em Portugal.

Quando se trata de conduzir, considera que a rede de auto-estradas é boa, uma vez que são estradas com portagem. Mesmo assim, deves conduzir com cautela devido ao tráfego intenso e porque os peões e os animais são comuns. Se viajares em estradas secundárias, tens de ser ainda mais cuidadoso, pois não estão nas melhores condições e não estão bem sinalizadas. O Ministério dos Negócios Estrangeiros, sublinha a atitude imprudente de alguns condutores. Evita conduzir à noite e, em caso de acidente, não desloques o teu carro até à chegada da Gendarmerie Real.

Perguntas mais frequentes sobre os requisitos para viajar para Marrocos

Posso viajar agora de Portugal para Marrocos?

Sim, podes viajar novamente para Marrocos desde 7 de Fevereiro de 2022.

Preciso de um visto para viajar para Marrocos?

Não, se fores cidadão português e estiveres a viajar como turista, não necessitarás de visto. Podes ficar em Marrocos durante 6 meses durante um ano, embora a estadia máxima seja de 90 dias.

Do que preciso para viajar de Portugal para Marrocos?

Para além do teu passaporte, precisas de ser vacinado contra a covid-19 com o esquema completo de vacinação, ter um PCR dentro de 48 horas antes do voo e preencher um formulário.

Preciso de um PCR para viajar de Portugal para Marrocos?

Sim, deves fazer um dentro de 48 horas antes do teu voo para Marrocos. As crianças com menos de 6 anos de idade estão isentas.

Posso conduzir com a minha carta de condução em Marrocos?

Sim, devido a um acordo entre Portugal e Marrocos, podes fazê-lo durante um ano. Por outras palavras, a carta de condução internacional não é um documento obrigatório para viajar para Marrocos.

antiga escola corânica de Ali Ben Youssef

Esperamos ter respondido a todas as tuas perguntas sobre os requisitos para viajar para Marrocos, mesmo neste tempo de confusão causado pela crise da covid-19. Se deixamos algo de fora, sente-te à vontade para nos perguntares nos comentários abaixo.

Para completares a tua viagem sem problemas é essencial que leves o teu seguro IATI Mochileiro. Esta é o melhor seguro internacional para Marrocos, dando-te a segurança de estares coberto por até 500.000 euros de despesas médicas, incluindo as derivadas de uma possível infecção pela covid-19. Além disso, estaremos ao teu lado se tiveres de ser repatriado ou em caso de roubo ou perda da tua bagagem. Não arrisques e viaja com paz de espírito que mereces, com a IATI.

melhor seguro de viagem para marrocos

Lembra-te de que, devido à situação atual, os documentos e requisitos de viagem podem mudar. Na IATI estamos constantemente a atualizar esta informação. No entanto, recomendamos que verifiques sempre com as fontes oficiais.