~Artigo atualizado a 4 de Novembro de 2021 ~

Quais os documentos e requisitos para viajar para os Estados Unidos? Viajar para os EUA sempre esteve na moda, seja Devido à sua variedade de paisagens e cidades, atrai todo o tipo de viajantes, desde os mochileiros mais aventureiros até às famílias que o percorrem de carro de este a oeste. Neste artigo, vamos mostrar-te os documentos e requisitos para viajar para os Estados Unidos, passaporte, vistos necessários para a tua viagem, bem como, qual o seguro IATI que deves escolher.

Viajar para os Estados Unidos não é como ir a qualquer outro destino no que se refere à documentação e às despesas médicas que podes enfrentar se tiveres algum problema médico.

Desta maneira, a contratação de um seguro torna-se fundamental para uma viagem livre de complicações e segura, preparada para imprevistos.

A tua viagem para o país do “tio Sam” começa agora!

Contents

Viajar para os Estados Unidos e covid-19, é possível agora?

Após o rápido aumento da pandemia no país nos últimos meses, e por Proclamação Presidencial, a partir de 4 de Fevereiro de 2021 todos os estrangeiros que estiveram fisicamente presentes nos seguintes países nos últimos 14 dias estão impedidos de entrar no país:

  • Espaço Schengen: Áustria, Bélgica, República Checa, Dinamarca, Estónia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letónia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Países Baixos, Noruega, Polónia, Portugal, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Suécia e Suíça.
  • Reino Unido e Irlanda do Norte, excluindo os seus territórios fora da Europa.
  • Outros países tais como: África do Sul, Brasil, República da Irlanda, Irão, China e Índia.

Se a tua viagem não for para turismo, existem algumas excepções para viajares para os Estados Unidos. Os cidadãos americanos, residentes legais e certos membros de família americana estão autorizados a entrar no país.

No entanto, tudo isto irá mudar em breve! A 15 de Outubro de 2021, foi confirmado que os EUA estarão abertos a viajantes vacinados contra a covid-19 a partir de 8 de Novembro. Os requisitos para viajar para os Estados Unidos são os seguintes:

  • Estares vacinado contra a covid-19 com a esquema completa e que tenham passado pelo menos 14 dias desde que a última dose foi administrada. As vacinas aceites pelos EUA são as aprovadas pela FDA e OMS, ou seja, Pfizer, AstraZeneca, Janssen, Moderna, Sinopharm, Covishield e Sinovac-Coronavac. As crianças menores de 18 anos, aqueles que, por prescrição médica, não puderam receber a vacina, ou os viajantes de emergência que não têm acesso à vacina, estão agora isentos deste requisito para viajar para os Estados Unidos. Naturalmente, os viajantes precisarão de ter um documento que prove o seu estatuto de vacinação.
  • Fazer um PCR ou teste de antigénio no prazo de 3 dias antes de voares para os EUA. As crianças com menos de 2 anos de idade não precisam, mas as crianças entre os 12 e 17 anos de idade terão que o fazer (PCR ou antigénio). Aqueles que estão isentos de vacinação (os acima listados) terão de ser testados o mais tardar um dia antes do embarque. Os menores que viajem com adultos vacinados podem ser testados nos 3 dias que antecedem o embarque.
  • Está a ser pedido às companhias aéreas os dados de contacto dos passageiros para que os mesmos possam ser rastreados no caso de precisarem de ser contactados devido a alguém no avião ter testado positivo para covid-19.
  • Passaporte válido com validade mínima de 6 meses a partir da data de entrada.
  • ESTA, um dos documentos para viajar para os Estados Unidos que sempre foi obrigatório.

Se isto mudar, vamos atualizar este artigo para que possas estar informado e teres toda a informação necessária para seres um dos primeiros a visitar este grande país.

Dado que durante esta situação pandémica, as restrições podem mudar rapidamente, recomendamos que verifiques sempre os últimos requisitos para viajar para os Estados Unidos e covid-19 através das fontes oficiais antes da tua viagem.

É seguro viajar para os EUA? Orlando, Disney

Como está a situação da covid-19 dos EUA? O que posso esperar?

Felizmente, os casos da variante Delta parecem estar a diminuir, ainda que lentamente. Esta onda de covi-19 atingiu o seu auge em Setembro e as perspectivas são encorajadoras. Ainda assim, os peritos dizem que os americanos não devem ser complacentes com o início do tempo frio e não devem retirar a obrigatoriedade de máscaras em muitos estados, especialmente aqueles com as taxas de vacinação mais baixas.

No que diz respeito às vacinas, os Estados Unidos foram um dos primeiros países a começar a inocular a sua população e o início foi forte. No entanto, apesar do facto de haver muitas vacinas para todos e das muitas campanhas de sensibilização, tornou-se gradualmente evidente que uma grande proporção de americanos estava relutante em recebê-las. Até à data, apenas 57,9% têm o esquema completo de vacinação e há estados como o Wyoming onde este nem sequer excede os 43%.

Por outro lado, com a melhoria dos casos no final da Primavera de 2021, veio também a flexibilização das restrições. Quase todas as empresas e atracções turísticas estão a funcionar normalmente, embora com protocolos de higiene e capacidade limitada. Além disso, muitas das restrições às viagens interestaduais foram levantadas e muitos estados já nem sequer exigem um resultado de teste PCR para a entrada. Contudo, se planeias viajar dentro dos EUA, é melhor verificares os regulamentos estatais.

Com a chegada da variante Delta, o governo de Biden decidiu recomendar a utilização de máscaras em áreas onde existe uma alta concentração de pessoas e uma alta taxa de incidência e nos interiores dos estabelecimentos. Além disso, exige vacinações para os trabalhadores federais e militares. Estão também a ser implementadas restrições locais. Por exemplo, em Nova Iorque, já são exigidos certificados de vacinação para o acesso a recintos fechados, tais como restaurantes, bares, ginásios e locais de entretenimento. Além disso, pode ser exigido um certificado de PCR ou de vacinação em voos domésticos. Por todas estas razões, é essencial que verifiques se tens todos os documentos necessários para viajar para os Estados Unidos antes de partires para a tua aventura.

Requisitos para viajar para os Estados Unidos a partir de 8 de Novembro de 2021

Provavelmente já estás desejoso porque está cada vez mais perto a possibilidade de viajares para este fantástico país. Neste tópico vamos-te explicar os requisitos para viajares de Portugal para os Estados Unidos a partir de 8 de Novembro de 2021.

Se tiveres alguma pergunta, podes escrevê-la nos comentários e vamos-te responder o mais rapidamente possível.

Teste PCR negativo para entrar nos EUA

Um dos requisitos para viajar agora para os Estados Unidos é fazer um teste de covid-19 com 3 dias de antecedência. São válidos tanto os testes PCR como os antigénios. Pode ser mostrado em formato digital ou papel. É aconselhável que seja em inglês, mas caso contrário deves verificar com a companhia aérea com a qual estás a voar.

Um facto interessante é que se refere a dias em vez de horas. Por outras palavras, se partires para os EUA às 22:00 do dia 19 de Janeiro, deverás ter feito o teste em qualquer altura depois das 00:00 do dia 16 de Janeiro. Tens 3 dias de calendário completos para fazer o teste.

Se fores um dos viajantes não vacinados dos grupos isentos acima mencionados, deves fazer o teste na véspera do voo. Se uma criança com menos de 18 anos viajar sozinha ou com adultos não vacinados, o teste também deve ser realizado na véspera do voo.

Que informações deve conter o certificado do teste para poderes viajar para os Estados Unidos? As seguintes informações:

  • Tipo de teste (seja PCR ou teste de antigénio).
  • Entidade que emite os resultados (laboratório, centro de saúde…).
  • Data da recolha do teste.
  • Informação que identifica o viajante (nome completo e outras informações como a data de nascimento ou número de passaporte).
  • Resultado do teste.
  • Podes encontrar mais informações sobre o tipo de teste neste link oficial.

Para além do que já referimos, os sites oficiais do governo dos EUA que falam sobre o requisito obrigatório do teste, salientam várias vezes o custo muito elevado dos cuidados médicos no país e a necessidade absoluta de ter um seguro de viagem para os Estados Unidos com grande cobertura para a covid-19.

Na IATI, a empresa com mais experiência em seguros de viagem, afirmamos que todas as nossas apólices de seguros de viagem oferecem uma cobertura centrada na covid-19, cumprindo assim os requisitos para viagens aos Estados Unidos. O nosso seguro IATI Estrela, com até 500.000 euros para assistência médica e uma enorme cobertura, é o ideal para uma viagem com estas características.

Não esperes mais e obtém agora o teu seguro de viagem para desfrutares  dos Estados Unidos ao máximo:

contrata o teu seguro de viagem para os estados unidos da américa

Excepções ao teste covid-19 para viagens para os EUA

As crianças com menos de 2 anos de idade estão agora isentas deste requisito para viajar para os Estados Unidos. As crianças entre os 12 e 17 anos de idade têm de ser testadas. No entanto, o governo dos EUA recomenda a realização de testes em qualquer caso.

Certificado de vacinação para viajar para os EUA

A partir de 8 de Novembro, um dos requisitos obrigatórios para viajar para os Estados Unidos é ser vacinado contra a covid-19. Serás considerado totalmente vacinado nos seguintes casos:

  • Se tiverem passado 14 dias após a administração de uma única dose de vacina covid-19 (ex: Janssen).
  • 14 dias após a administração de uma 2ª dose de uma vacina covid-19.
  • Ou então, 14 dias após a recepção de 2 doses de diferentes vacinas administradas com pelo menos 17 dias de intervalo.

Neste momento, não é claro se os Estados Unidos aceitam como esquema completo teres tido covid-19 e teres recebido apenas uma dose. Se isto mudar em algum momento, vamos actualizar esta informação.

O certificado de vacinação pode ser em formato papel ou digital, mas deve ser emitido por um organismo oficial e deve incluir: nome e data de nascimento do passageiro, vacina recebida e datas das doses administradas. Por conseguinte, o Certificado Digital da UE COVID será aceite. Terás de o mostrar à companhia aérea no check-in e/ou embarque.

Pode encontrar mais informações sobre a vacinação obrigatória para viagens aos Estados Unidos aqui.

Que vacinas é que os Estados Unidos aceitam?

Os EUA aceitaram as vacinas que foram autorizadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Isto significa que são aceites os seguintes: Janssen, Pfizer, Moderna, AstraZeneca, Covishield, Sinopharm e Sinovac.

Pessoas não vacinadas que podem viajar para os Estados Unidos

Há poucas excepções a este requisito para viagens para os Estados Unidos. Especificamente:

  • Os menores de 18 anos.
  • Se viajares em negócios diplomáticos ou oficiais.
  • Pessoas que possam documentar que não foram vacinadas por receita médica.
  • Participantes em certos ensaios de vacinas covid-19.
  • Se tiveres obtido uma isenção humanitária ou de emergência.
  • Pessoas de certos países onde as vacinas não estão prontamente disponíveis.
  • Membros das Forças Armadas dos Estados Unidos e seus cônjuges e filhos.
  • Tripulações da Marinha que estão em processo de requerimento de certos vistos.
  • Indivíduos que obtiveram uma autorização porque a sua entrada é considerada de interesse nacional.

Passaporte, um requisito obrigatório para viajar para os EUA

Qualquer que seja o motivo da tua viagem, seja para turismo, estudo ou trabalho, um passaporte é um documento para viajares para os Estados Unidos que deves levar contigo, pois o teu Cartão de Cidadão não será válido lá.

Como em muitos outros países, o teu passaporte deve ser válido durante pelo menos seis meses após a tua entrada nos Estados Unidos e ter pelo menos duas páginas livres para utilização das autoridades americanas.

passaporte português para viajar

É necessário um visto para os Estados Unidos?

Outro dos documentos necessários para viajar para os Estados Unidos para cidadãos portugueses que pode gerar mais dúvidas é o visto. Preciso de um visto para os Estados Unidos? Que autorização devo pedir? Como o obtenho?

Se a tua viagem for para turismo ou negócios e a tua estadia no país for inferior a 90 dias consecutivos, não precisas de visto para viajar para os Estados Unidos.

Para este tipo de viagens turísticas, que é muito provavelmente o teu caso, podes facilmente obter uma licença “ESTA”, sobre a qual falaremos na secção seguinte.

Se a tua viagem não for para turismo e procuras informações sobre quais os documentos que precisas nesse caso para viajares para os Estados Unidos, é melhor contactares a embaixada e também consultares os diferentes tipos de vistos disponíveis no website oficial do governo dos EUA.

Em resumo, estes são os principais vistos que podem ser solicitados:

  • Visto de visitante: Existe um visto de negócios B-1, um visto de viagem B-12 e um visto combinado. Estão excluídos deste tipo de visto aqueles que entram no país para estudar, exercer actividades remuneradas, chegar ao país como membro de uma companhia aérea/ tripulação de barco, entrar no país para trabalhar nos meios de comunicação social ou procurar residência permanente.
  • Carta Verde: Destinada a quem quer entrar no país e permanecer permanentemente por uma das várias razões permitidas. Existem muitos tipos de vistos nos Estados Unidos, dependendo do caso de cada pessoa, que podes consultar no site oficial.

ESTA para os EUA – O que é e como o obter

Como mencionado acima, se o motivo da tua viagem for turismo, não precisas de visto e o documento de que necessitarás para viajar para os Estados Unidos é o ESTA (Electronic System for Travel Authorization).

Para o obteres é muito simples, no entanto tem em conta alguns factos importantes:

  • O ESTA permite-te permanecer no país por um máximo de 90 dias consecutivos, durante um período de 24 meses. Isto significa que se viajares para Nova Iorque durante 15 dias este ano, não precisarás de obter novamente um ESTA durante dois anos e ainda poderás entrar com o mesmo documento.
  • Obter um ESTA é rápido e fácil. Recomenda-se que o faças pelo menos três dias antes do teu voo de partida para que as autoridades tenham tempo suficiente para enviar o documento para o teu correio electrónico.
  • É um documento para quem vai fazer turismo, em caso de trabalho remunerado ou estudos, terás de obter o visto correspondente.
  • O teu passaporte deve ter sido emitido após 2006, ter pelo menos duas páginas livres e ser válido por pelo menos 6 meses após a tua chegada aos Estados Unidos.
  • Este documento para viajar para os Estados Unidos é para quem entra no país por mar ou por via aérea, no caso de entrares por terra, necessitarás do formulário I-94. É te fornecido quando atravessares a fronteira mexicana e canadiana, poderás também candidatar-se online no website oficial, e permite-te também permanecer no país por até 90 dias.
  • Mesmo que só estejas de passagem pelos EUA para uma escala num aeroporto, mesmo que não saias do aeroporto, o ESTA também é obrigatório.

Seguro de viagem, um documento essencial para viajar para os EUA

Todos sabem que os Estados Unidos são um dos países mais caros do mundo no que diz respeito ao custo dos cuidados de saúde. Com tarifas de ambulância a partir de $1.300, estadias hospitalares não inferiores a $3.500 e contas exorbitantes de mais de $8.000 para casos como ossos partidos, entorses e obviamente operações menores. Não é surpreendente que tanto o Ministério dos Negócios Estrangeiros em Portugal como o próprio governo dos EUA tenham feito do seguro de viagem um dos documentos essenciais para viajar para os Estados Unidos. Sem ele, um simples deslize enquanto se passeia pode transformar-se numa enorme conta de milhares de euros, que perturba a tua viagem e a tua conta bancária.

Hoje em dia, viajar sem seguro de viagem para os Estados Unidos é imprudente. Se uma boa política costumava ser importante, o aparecimento da covid-19 tornou-o ainda mais importante. Se tiveres o azar de ser infectado com covid-19, estaremos ao teu lado no caso de precisares de ser hospitalizado, colocado em quarentena ou se um médico te prescrever um PCR.

Qual é então o melhor seguro de viagem para os EUA?

Na IATI temos uma apólice de viagem 100% concebida para este destino: o IATI Estrela, o melhor seguro de viagem para os Estados Unidos, com as melhores coberturas, entre as quais se incluem:

  • Até 500.000 euros de cobertura e assistência médica.
  • Cobertura da covid-19 incluindo assistência, convalescença de hotel, repatriamento, ou despesas de cancelamento de viagem até 5.000 euros de cobertura.
  •  Roubo e danos na bagagem até 2.500 euros.
  • Desportos de aventura.
  • Cancelamento da viagem por várias razões.
  • Cobertura de despesas devido a perdas e atrasos de transporte.

Não esperes mais e obtém o teu seguro de viagem para os Estados Unidos agora mesmo e desfruta da viagem segura nas melhores mãos, nós cuidamos de ti.

contrata o teu seguro de viagem para os estados unidos da américa

Vacinas obrigatórias para viagens para os Estados Unidos

Não são exigidas quaisquer vacinas para entrares nos Estados Unidos. No entanto, as autoridades sanitárias recomendam que viajes sempre com o teu calendário de vacinação actualizado (incluindo vacinas básicas tais como MMR, sarampo, rubéola e tétano). Para estares mais seguro, podes perguntar a um médico ou visitares o centro de vacinação internacional mais próximo.

Com a introdução da covid-19 nas nossas vidas, com excepção das crianças menores de 18 anos, das pessoas que não puderam receber a vacina devido a prescrição médica e das que não puderam recebê-la e que têm de viajar por razões de emergência, todos os viajantes devem ser vacinados contra a covid-19 com o esquema de vacinação completo. Devem ter passado pelo menos 14 dias devem desde que a última dose foi administrada.

Ponte de sao francisco no Estados Unidos da América

Carta de condução para os Estados Unidos da América

Ao contrário da grande maioria dos países onde a resposta à pergunta “É necessária uma carta de condução internacional para viajar?” se pode responder “Sim” ou “Não”, a resposta aqui é “depende do Estado”.

Embora na grande maioria dos estados seja possível conduzir com uma carta de condução portuguesa/europeia e uma licença internacional não seja um requisito para viajar para os Estados Unidos, a grande maioria dos estados recomenda e sugere que os visitantes tenham uma Carta de Condução Internacional, uma vez que facilita sempre muito a tarefa às autoridades com quem te podes deparar e, em alguns estados, é um requisito.

Uma vez que é fácil obter uma Carta de Condução Internacional e isso vai-te ajudar a viajar muito mais relaxado, recomendamos que a obtenhas e a incluas nos teus documentos de viagem para os Estados Unidos, se quiseres viajar pelo país.

Deixamos-te aqui o site oficial para consultares as regras de trânsito de cada Estado.

Cartões de crédito/débito para viajar para os EUA

Uma vez que chegues aos Estados Unidos, não poderás utilizar os teus euros nas lojas que queres visitar, uma vez que a moeda oficial é o dólar. Embora seja sempre útil teres dólares quando chegas ao país, para que possas sair comodamente do aeroporto ou para outra ocasião que possa ser necessário, nos Estados Unidos podes usar os teus cartões bancários em quase todos os lugares.

No entanto, deves saber que a maioria dos cartões cobra taxas elevadas para levantares dinheiro no estrangeiro, por isso como podes evitar estas taxas e poupar muito dinheiro na tua viagem? Com os novos cartões bancários sem comissões, como é o caso do Revolut. Estes cartões são muito úteis para pagar e levantar dinheiro noutro país.

App Viajante – Um conselho do Ministério dos Negócios Estrangeiros

Como na maioria dos casos, o Ministério dos Negócios Estrangeiros recomenda que os viajantes instalem a app Viajante. Embora não seja um requisito obrigatório para viajar para os EUA, é um procedimento muito fácil e gratuito. Desta forma, as autoridades portuguesas terão o teu contacto caso necessites de ser notificado em casos de urgência ou extrema necessidade.

Regresso dos Estados Unidos a Portugal

Devido à covid-19, é agora necessário ter em conta certos requisitos quando se regressa de uma viagem.

  • Se tiveres sido vacinado ou tiveres um certificado de recuperação (válido até 180 dias após o teste positivo), só precisas de preencher o Formulário de Controlo Sanitário.
  • No caso de não teres sido vacinado terás que apresentar um comprovativo de realização de teste para rastreio da infeção por SARS-COV2, com resultado negativo (à exceção das crianças que não tenham completado 12 anos de idade.)

Para mais informações, consulta o website do Portal das Comunidades Portuguesas .

ria entre montanhas durante o dia

Documentos e requisitos para viajar para os Estados Unidos: Visão geral e perguntas mais frequentes

Como resumo deste artigo, respondemos às tuas principais perguntas:

Existem restrições para viajar para os Estados Unidos por causa da covid-19?

Neste momento, existem restrições para viajar de Portugal para os Estados Unidos. No entanto, isto irá mudar a 8 de Novembro de 2021, data a partir da qual os viajantes que tenham sido vacinados contra a covid-19 e que tenham sido testados contra o vírus nos 3 dias anteriores à viagem poderão entrar nos EUA.

Preciso de um visto para viajar para os Estados Unidos?

Se estiveres a viajar como turista e estiveres no país por menos de 90 dias, não precisas de visto. Terás sim de solicitar o ESTA.

É necessário um seguro de viagem?

Tanto as autoridades americanas como portuguesas insistem na necessidade de teres um seguro de viagem para os Estados Unidos com uma cobertura elevada como o IATI Estrela, que oferece até 500.000 euros para assistência médica, dado o custo muito elevado dos cuidados de saúde no país. Se já era essencial antes, com o aparecimento da covid-19, é ainda mais importante.

Que documentos são recomendados para viajar para os Estados Unidos?

O teu passaporte (o cartão de cidadão não funciona), o ESTA se fores como turista, por menos de 90 dias, seguro de viagem como o IATI Estrela e uma carta de condução se quiseres alugar um carro. Por outro lado, a partir de 8 de Novembro de 2021, terás de mostrar o teu certificado de vacinação covid-19 para provares que tens o esquema completo de vacinação covid-19 e um certificado que mostre que foste testado para o vírus nos 3 dias anteriores à viagem. As crianças menores de 18 anos estão isentas da exigência de vacinação e as crianças menores de 2 anos estão isentas da exigência de testes.

Há vacinas obrigatórias para os Estados Unidos?

Não há. A partir de Novembro, terás de ser vacinado contra a covid-19 com o esquema completo e devem ter passado pelo menos 14 dias desde a última dose. As únicas pessoas isentas de serem vacinadas para viajar para os Estados Unidos são os menores de 18 anos, os que não puderam ser vacinados por receita médica e os que, por razões de emergência, não puderam ser vacinados.

Uma carta de condução portuguesa é válida nos Estados Unidos?

Em muitos estados, sim, mas recomenda-se que tenhas uma Carta de Condução Internacional para facilitar qualquer papelada.

Como viste, em breve será possível viajar para os Estados Unidos e com requisitos relativamente fáceis de satisfazer se tiveres sido vacinado contra a covid-19. Na IATI actualizamos continuamente este artigo sobre requisitos e documentos para viajar para os EUA, por isso, assim que forem modificados, publicá-los-emos aqui. No entanto, se tiveres alguma pergunta, teremos todo o prazer em responder-te nos comentários.

Lembra-te que uma das chaves para viajar em segurança para os Estados Unidos é fazê-lo com o melhor seguro de viagem. Agora então ainda mais importante, pois ninguém gostaria de se encontrar numa situação complicada num país onde os cuidados de saúde são muito caros. É por isso que o IATI Estrela, o melhor seguro de viagem para os EUA, é o teu companheiro de viagem perfeito. Graças a ele, estarás coberto para despesas médicas até 500.000 euros, incluindo as que possam surgir da covid-19 e a prática de desportos de aventura. Não hesites mais, subscreve já o teu seguro e viaja com tranquilidade com a IATI:

contrata o teu seguro de viagem para Miami

A IATI deseja-te uma BOA VIAGEM.