O Camboja tem vindo a tornar-se num dos destinos mais badalados do sudeste asiático e é fácil perceber porque. Afinal, é aqui que se situam os templos de Angkor, o maior complexo de templos alguma vez construído e um dos registos arqueológicos mais importantes do mundo. A IATI, lider na venda de seguros de viagem, leva-te a conhecer este país incrível do Sudoeste Asiátio.

mapa do camboja com alfinete vermelhoRoteiro de 10 dias pelo Camboja

Porém, não é apenas o complexo de Angkor Wat que torna o Camboja famoso. O país destaca-se também pela simpatia do seu povo, pelas praias paradisíacas e também pelo custo de vida, bastante acessível para o viajante comum. Neste sentido, preparamos aqui um roteiro imperdível de 10 dias pelo solo cambojano.

1ª paragem – Siem Reap (3 dias)

A principal atração de Siem Reap são os templos de Angkor. De facto, esta é a cidade mais turística do país e está totalmente preparada e voltada para a exploração dos templos. Sugerimos que fique por aqui pelo menos 3 dias. Os bilhetes para os templos são vendidos consoante o número de dias que quer despender no complexo: 1 dia fica por 37 USD; 3 dias por 62 USD e 7 dias por 72 USD.

templos de angkor wat ao por do solO número de dias escolhido dependerá sempre da sua curiosidade em conhecer este tesouro religioso, mas pelo menos dois dias são aconselháveis. Isto porque o complexo está dividido em duas rotas, uma rota mais pequena (conhecida como small route), onde estão os templos principais, e uma rota maior (conhecida como big route) onde estão templos secundários, mas em contrapartida com menos afluência de turistas. Como obrigatoriamente terá de comprar o passe de 3 dias poderá utilizar o terceiro dia para fazer uma visita prolongada pelos templos que mais gostou, e aproveitar para fazer um pic-nic ou mesmo ler um livro. Não perca o nascer do sol no templo principal, Angkor, já que este será provavelmente o ponto alto da sua visita.

Para explorar os templos a forma mais utilizada e também mais prática será de tuk-tuk. Existem vários tuk-tuks no centro da cidade que a toda a hora tentam vender o seu serviço. O preço ronda os 20 USD por dia para uma das rotas, a grande ou a pequena. Porém, se solicitar o mesmo tuk-tuk para dois dias poderá negociar o preço para 30 USD. Todos eles vão buscá-lo ao hotel por volta das 4h da manhã de forma a poder ver o nascer do sol. A bicicleta é outra opção, mas os templos nem sempre são relativamente próximos uns dos outros e a temperatura de Siem Reap ultrapassa facilmente os 30 ˚C, o que pode tornar o passeio bem cansativo.

monge caminha pelas ruinas de angkor watOutra opção será, neste terceiro dia, explorar o lago Tonlé Sap, o maior lago do sudeste asiático, onde fica uma vila flutuante com o mesmo nome. Existem várias agências de turismo com quem poderá fechar tours diários para explorar a região. O preço ronda os 20 USD e será, de facto, a melhor opção. Existem tuk-tuks que também o levam à região mas depois terá de explorar por sua conta, não tendo a oportunidade de visitar, de barco, a aldeia flutuante. Aproveite também o mercado noturno e a pub street onde poderá desfrutar de um bom refresco e comprar muitos souvenirs. 

criança num barco no lago tonle sap camboja2º paragem – Ilhas de Koh Rong (3 dias)

O Camboja tem duas ilhas paradisíacas principais, Koh Rong e Koh Rong Sanloem. A primeira é maior e tem um clima mais agitado enquanto que a segunda é conhecida por ser uma ilha mais calma onde a palavra de ordem é relaxar. A opção estará, claramente, dependente daquilo que procura por esta zona.

praia paradisiaca de koh rongPara chegar de Siem Reap a Sihanoukville poderá apanhar um avião já que ambas as cidades têm aeroporto. A opção mais em conta será um autocarro noturno, com direito a camas que custa cerca de 20 USD. Sihanoukville é a cidade portuária de onde saem os barcos para as ilhas. Aqui terá de apanhar então um dos barcos para a ilha que pretende. Existem vários horários durante o dia e o bilhete de ida e volta custa 24 USD.

mães e dois filhos a fazer snorkeling em aguas cristalinasJá nas ilhas há algumas atividades para fazer mesmo que, aquilo que mais lhe apeteça, seja relaxar nas belíssimas praias. Por isso recomendamos uma estadia de 3 dias para que possa tirar pelo menos um dia para relaxar. Nos outros dois poderá fechar um tour que o levará à volta da ilha, onde poderá fazer snorkeling e vislumbrar a diversidade de peixes e a cor dos corais. No final do dia e já de noite poderá ainda nadar com plâncton fluorescente e tirar algumas das fotografias mais fenomenais da sua viagem. É uma experiência imperdível. O preço dos tours ronda os 20 USD e podem ser fechados em quase todos os hotéis.

plancton bioluminescente numa praia do cambojaNo dia seguinte sugerimos um trekking pela ilha. É uma das melhores formas de apreciar um pouco da natureza local ao mesmo tempo que consegue descobrir praias paradisíacas sem absolutamente ninguém. Peça um mapa no seu hotel e deixe-se encantar pela magia da selva. Caso depois queira ficar a relaxar na praia e não estiver disposto a fazer o percurso de volta, não há problema. Em ambas as ilhas existem barcos-táxi que o levam de volta ao ponto inicial por 5 USD por pessoa. Informe-se dos horários na receção do seu hotel.

3ª paragem – Kampot (2 dias)

Kampot é uma pequena cidade litoral do Camboja, onde poderá vivenciar mais de perto a cultura do país, longe dos holofotes turísticos. O melhor a fazer por Kampot será mesmo passear pela cidade e deixar-se envolver pela dinâmica do país. Faça uma aula de culinária e aventure-se pela gastronomia cambojana. Em todos os cantos há aulas por preços bem acessíveis. Uma aula de yoga pelas 7h da manhã, ou uma massagem num dos muitos spas da cidade estão também na lista obrigatória sobre o que fazer em Kampot.

arrozais da cidade de kampotOutra atração imperdível aqui é fazer uma viagem de barco para apreciar o pôr-do-sol. A viagem custa cerca de 5 USD com cerveja incluída e poderá ainda ver as dezenas de pirilampos que surgem ao anoitecer.

4ª paragem – Phnom Penh (2 dias)

Phnom Penh é a capital do Camboja, mas, apesar de ser capital, não é a cidade mais atrativa do país. Por esse motivo, recomendámos apenas dois dias para a explorar.

monumento à independencia à noiteNum dos dias sugerimos passear pelo centro da cidade e apreciar alguns dos monumentos principais, que remetem para os tempos da colonização francesa. O mais famoso é o monumento da independência. Poderá ainda visitar o Royal Palace e o Museu Nacional. Aproveite também para dar uma volta pelo mercado central. Aqui vende-se de tudo e, ao contrário de muitos mercados do sudeste asiático, este não é tão turístico pelo que poderá ter uma experiência mais autêntica. No final do dia sugerimos um cocktail no Eclipse Sky Bar. Este bar fica no 23º andar de um dos arranha céus da cidade, onde poderá ter uma vista geral da cidade ao mesmo tempo que desfruta de um bom refresco no final de um dia cansativo.

jardins e palacio real de phnom pehnO segundo dia será talvez o dia mais pesado da sua viagem, mas ainda assim, vale a pena visitar a Prisão S-21 e o campo de concentração. Durante os anos 70 o Camboja viveu um dos maiores genocídios da história onde um quarto de população foi morta pelo regime comunista de Pol Pot. Todos os hotéis oferecem tours diário por estes dois locais, pelo que valerá a pena entender um pouco da história do país.

vista nocturna de Phnom PehnOutras dicas importantes:

– A bilheteira para os templos de Angkor Wat fica afastada do centro da cidade e também afastada do complexo de templos. Porém, se solicitar o tuktuk, ele saberá levá-lo primeiro à bilheteira e só depois partir para o passeio.

– Muitos hóteis em Siem Reap tem piscina e a diferença de preços é mínima. Faça uma pesquisa e opte por um hotel com piscina, nada lhe saberá melhor que um bom mergulho depois de um dia inteiro a explorar os templos sob o calor abrasador do Camboja.

– As ilhas do Camboja são ainda muito pouco desenvolvidas. É aconselhável comprar com antecedência, na cidade, algum bem de primeira necessidade que precise e mesmo um kit de primeiros socorros. Existem alguns supermercados locais, mas tenha em atenção que irá pagar o triplo do preço, por se tratar de uma ilha.

– O Camboja funciona com duas moedas, o dólar americano e o riel. Todos os pagamentos são feitos em dólares mas o troco é muitas vezes dado em riel. Pode parecer confuso inicialmente, mas rapidamente se adapta. Poderá usar as notas de riel para comprar garrafas de água ou pequenos snacks.

– Tenha em atenção que a incrível experiência de nadar com plâncton não poderá ser feita em noites de lua cheia pois dada a quantidade de luz refletida pela lua, não é possível visualizar o plâncton. Tente coordenar as datas de modo a que a sua estadia pelas ilhas não coincida com este período lunar.

Conteúdo Relacionado