A República de Malta tem sido um destino bastante procurado por turistas portugueses nos últimos anos.

As companhias de aviação lowcost muito influenciaram o boom na procura e os viajantes agradecem, uma vez que podem usufruir de preços mais baixos.

Este pequeno arquipélago no mediterrâneo tem muito para oferecer aos seus visitantes, nomeadamente a nível arqueológico, cultural, histórico e gastronómico, o que juntado ao clima ameno o ano inteiro e praias paradisíacas constituem ingredientes para uma viagem perfeita!

Além disso, geograficamente Malta está situado a uma distância de cerca de três horas de avião de Portugal, o que torna a viagem pouco demorada.

Para que possas usufruir ao máximo do que este país tem para oferecer reunimos 10 coisas que precisas saber se vais viajar para Malta.

Vamos a isso? Mas antes não te esqueças de comprar o teu seguro de viagem internacional da IATI.

10 coisas que precisas saber se vais viajar para Malta

cidade de valletta em malta

Malta é um arquipélago

Malta é constuído por três ilhas que são Malta, Gozo e Comino e duas ilhotas desabitadas que se chamam Cominotto e Filfta. Estas duas últimas ilhotas são praticamente ignoradas pelos turistas mas as três primeiras têm atrações que merecem a sua visita. Por isso prepare-se para andar de ilha em ilha.

Toda a gente fala inglês

As línguas oficiais são o maltês e o inglês, se bem que a generalidade das pessoas fala inglês no dia a dia. Portanto, a menos que estejas com vontade de aprender o maltês, não vai ter problemas de comunicação.

Cursos de inglês

Malta é muito procurada por estudantes que pretendem frequentar cursos de inglês durante as férias. O que achas de aproveitar a visita e aprender melhor a língua inglesa? A Maltalingua English Language School é uma das mais prestigiadas e tem vários programas, não apenas para estudantes mas para todos! De certeza que vais encontrar um curso perfeito para ti!

praia de anchor bay em malta

Templos Megalíticos

O arquipélago de Malta é rico em sítios arqueológicos, nomeadamente em Tempos Megalíticos. Alguns destes templos pré-históricos estão classificados como World Heritage Site, como é o caso de Ġgantija, Ħaġar Qim, Mnajdra, Ta’ Hagrat, Skorba e Tarxien. Apesar de estarem sinalizados mais de uma dezena de outros templos megalíticos, estes são, sem dúvida, os mais interessantes. Uma dica, a menos que estejas mesmo muito interessado nestes locais, escolhe para visitar apenas alguns deles.

Mais de 360 igrejas

Imagino que seja tarefa impossível visitar todas as catedrais, basílicas, igrejas e capelas de Malta mas podes tentar. Se tiveres de escolher apenas uma igreja para visitar, nós recomendamos as catacumbas da Catedral de São Paulo em Rabat.

Valeta Unesco Word Heritage

O centro histórico da capital é Património Mundial da UNESCO, por isso reserva, pelo menos, dois dias completos para explorar convenientemente Valeta.

lagoa azul em comino malta

Praias de rocha e praia de areia

A maior parte das praias em Malta não tem areia e se isso não te incomoda não vais ter problemas. No entanto, se aprecias uma toalha estendida no areal tens de ir para Mellieha Bay. Apesar de não ser muito grande é a maior de Malta.

Vida noturna

De certeza que vais querer sair à noite e divertires-te enquanto estiveres em Malta. Tens várias opções de bares e restaurantes em toda a ilha mas não te esqueças de dar um salto até Sliema. Vais agradecer-nos!

Cruzeiros

Malta é um porto popular para viagens de cruzeiro no mediterrâneo. A verdade é que a maior parte dos cruzeiros está de passagem, ao final do dia rumam a outros destinos, no entanto, podes escolher Malta como início de um cruzeiro. Outra razão para teres atenção aos cruzeiros é que quando chega um cruzeiro também chegam alguns milhares de cruzeiristas, por isso a capital fica entupida de pessoas.

porto de marsaxlokk em malta

Sistema de transportes públicos excelentes

Nas ilhas de Malta e Gozo o autocarro é rei! A rede de autocarros públicos é económica, eficiente, chega a todo o lado e tem horários abrangentes. Os preços atualizados e rotas completas podem ser acedidas aqui.

 

Artigo escrito por: Passaporte no Bolso

Conteúdo Relacionado