Conheces o norte do país? Sabias que existe um Parque Nacional que faz fronteira com Espanha? Temos a certeza que sim e por isso decidimos levar-te a conhecer algumas das cascatas imperdíveis no Gerês. Não há quem o visite o que não fique fã das suas paisagens.

Ar puro, biodiversidade, fauna, flora, lagos e cascatas, uma paisagem verde que parece saída de revista. A natureza no seu esplendor e, por esse motivo, o Gerês só se pode conhecer por dentro.  Dizem que a sua alma está no som da água que sai das entranhas das montanhas e forma cascatas e piscinas naturais, de água translúcida. Então, é por aqui que vamos começar, pelas suas cascatas, aquelas que achamos imperdíveis para quem decida trilhar os caminhos deste Parque Nacional.

Dado que algumas zonas do Gerês são um pouco menos acessíveis, recomendamos que contrates o seguro de viagem IATI Estrela incluindo desportos de aventura para que estejas protegido enquanto fazer trekking pelo parque!

panoramica do parque do geres

Visitar as melhores cascatas do Gerês

As cascatas do Parque Nacional da Peneda-Gerês podem visitar-se todo o ano, mas em dias de calor conseguem ser magníficas. Com mais ou menos adrenalina (a escolha é sempre tua!), quando partires nesta aventura pelas cascatas não te esqueças de o fazer em segurança!

Cascata Tahiti (Fecha de Barjas)

cascata do tahiti no geresA cascata Tahiti é um dos locais mais belos do Gerês. Situada a 3 km da aldeia da Ermida, é acessível apenas por caminhos pedestres, um tanto sinuosos, o que aumenta a dificuldade no acesso ao local. Como não existem proteções, recomenda-se cautela. Mas quando lá chegares, serás surpreendido pela sua beleza e pela serenidade das águas que beijam as rochas. Não podes perder o mergulho. São cascatas naturais, de águas cristalinas e relativamente quentes, quando comparadas com outras cascatas.

(Coordenadas: 41º 42’13.94 N – 8º 06’36.71 W)

Sete Lagoas

As 7 Lagoas é mais umas das pérolas do Gerês. Dizem que as mais bonitas estão sempre bem guardadas. É o caso! O caminho para lá chegar é difícil e exige uma longa caminhada a pé, de pelo menos 6 km (para cada lado). Mas vale o esforço. Vais encontrar um conjunto de 7 lagoas formadas por rochas, ligadas entre si por pequenas quedas de água, que animam miúdos e graúdos em escorregas e outras aventuras. Uma harmonia de cores, onde o verde da água e o castanho das rochas se combinam em rara beleza.

(Coordenadas: 41°45’28.72″N – 8° 1’30.27″W)

Cascata do Arado

cascada do arado no parque nacional peneda geres

Esta cascata está localizada no Rio Arado, perto da aldeia da Ermida e do Miradouro Pedra Bela, e é uma das maiores e mais famosas do Parque do Gerês. Além da sua beleza, que é indiscutível, oferece bons acessos para viaturas, o que a torna numa das mais visitadas. Esta cascata é formada por uma sucessão de quedas de água por entre as rochas, que se encontram numa piscina natural, de água verde, irresistível ao mergulho (para os menos friorentos).

(Coordenadas: 41°43’28.5″N 8°07’47.0″W)

Poço Azul

poço azul peneda geresO Poço Azul é uma das pérolas do Gerês, e apesar de, atualmente, já estar bastante divulgado, o seu difícil acesso mantém-no menos turístico e massificado. Só através de trilhos é que se chega lá e são aproximadamente 8 km para cada lado, e nem todos os que o procuram, encontram. Lá, as palavras de ordem são silêncio e harmonia. Um local perfeito para passares um dia tranquilo, numa lagoa de águas limpas e translúcidas. Imperdível.

(Coordenadas 41°44’0″N   8°6’24″W)

Cascata da Laja

cascata da laja geresA cascata da Laja fica perto das Caldas do Gerês. É uma cascata de montanha que só se alcança se percorreres um trilho (parte do Trilho da Preguiça) de cerca de 5 km. O que marca a diferença nesta cascata? O percurso magnífico até lá chegares e as pontes de madeira que adornam o local e o tornam apaixonante.

(Coordenadas: 41°45’15.52” N 8°9°1.31” O)

Cascata de Pincães

Localizada em Pincães, esta cascata, que irrompe apressadamente da rocha, cria uma das piscinas naturais mais bonitas da região. Não é acessível de carro e pede uma caminhada de cerca de 15 minutos. Mas quem se importa? Quando o cenário é idílico e promete um dia à medidas dos teus sonhos?

(Coordenadas: N41.70689 W8.05094)

Cascata Cela Cavalos

cascata de cela cavalos no geres

A Cascata Cela Cavalos é uma das cascatas menos movimentadas e menos conhecidas. Mais um daqueles miminhos a que o Gerês nos tem habituado. Deixando o carro na Capela de Santa Luzia, em Cela, o seu acesso não é difícil, basta descer um estradão com cerca de 1,5 km. O melhor é que parte desse caminho é feito com uma vista espetacular sobre o vale e o rio (Cávado), ao som da água que se ouve ao longe. Apesar das águas serem frias, a cascata é formidável. Os peixinhos vêm mordiscar as pernas e o descanso faz-se sobre as suas gigantescas rochas, que amparam as pequenas lagoas que a queda de água cria.

(Coordenadas: 41°45’38.40 N – 7°59’12.39 W)

As cascatas são, sem dúvida, a alma do Parque Nacional Peneda Gerês, mas há todo um “mundo” para descobrir. Entre aldeias perdidas, cavalos selvagens, barragens, espigueiros e muito mais, o Gerês merece uma visita com tempo para poderes desfrutar de tudo o que nele podes encontrar!

E se estás de férias no norte de Portugal, não deixes de visitar outras cidades aqui perto:

 

Autores: Vera e Marcelo – Ir em Viagem

Relacionados