Reza a lenda que Deus escolheu as ilhas Cíes para descansar, depois de ter criado o mundo. É a este paraíso que a  IATI Seguros de Viagem te quer levar hoje.

As Ilhas Cíes  formam um arquipélago de três ilhas – Monteagudo, Faro e San Martino – que constituem o Parque Nacional das Ilhas Atlânticas da Galiza (Vigo, Espanha). Representando a natureza no seu esplendor, as ilhas são também um paraíso de praias de areia branca e fina e de água verde cristalina. Aliás, a praia de Rodas, que é a mais conhecida, foi classificada pelo jornal The Guardian, em 2007, como uma das mais belas praias do mundo.

vista panoramica das ilhas cies

O que ver e fazer nas Ilhas Cíes

A travessia é feita de barco – ferry boat – que parte de Vigo, Baiona ou Cangas durante os meses de verão (de junho a setembro). Fora dessa época, as viagens são muito esporádicas. Existem três companhias a fazer a travessia (Mar de Ons, Piratas de Nabia, Cruceros Rías Baixas) e os bilhetes podem ser comprados online. Antes de reservares o bilhete de barco, precisas de pedir uma autorização de entrada (ver aqui) que é gratuita, mas obrigatória. Aliás, só vais conseguir comprar o bilhete de barco depois de receberes o código que te vão enviar. Se quiseres pernoitar, o pedido de autorização é tratado pelo próprio parque de campismo.

Podes ir sozinho/a ou em grupo, com a família ou com amigos/as. O que importa é que vás. Afinal, algo que se chama “ilha dos deuses” só pode ser um paraíso!

Por isso deixamos-te quatro experiências que consideramos imperdíveis para quem visita as Ilhas Cíes.

Desfrutar das praias

cartaz indicativo praia de rodas ilhas cies

A Praia de Rodas é a que nos recebe logo à chegada. É impossível ficar-lhe indiferente. Com os seus 1300 metros de comprimento, forma uma lagoa calma de mar cristalino, abraçada por uma  praia de areia branca e macia. Estende a toalha e aproveita o sol que está lá para ti.

Mas as outras oito praias também merecem a tua visita. Destacamos a Praia de Figueiras, também conhecida como  a “Praia Nudista”, a praia de Bolos ou a Praia de Nossa Señora. Esta última, a nossa preferida, é uma praia muito pequena, virada a sul, mas de uma beleza arrebatadora. Um local privilegiado para quem quer fazer snorkeling na ilha.

No pico do verão, a temperatura que se faz sentir nas ilhas é de “escaldão” (não esquecer os protetores solares) contrabalançando com as águas gélidas do mar. Mas é muito difícil resistir à tentação de um mergulho! Aquele mar… ai aquele mar que mais parece uma piscina de azuis e verdes infinitos… ora azul turquesa, ora verde esmeralda.

Fazer um dos percursos pedestres da ilha (ou todos)

direções para percurso pedestreAs praias são lindas, mas não vás apenas pela praia. Os segredos de natureza que estas ilhas escondem são para ser descobertos. Por isso, um dia fantástico nas ilhas Cíes faz-se entre trekkings, descansos demorados e banhos de sol. Ao chegares à ilha tens quatro percursos/ trilhos oficiais. Todos estão devidamente marcados no local e as informações sobre os seus trajetos podem ser levantados no Ponto de Informação, logo à chegada. Os trilhos são circulares e permitem-te adentrar a natureza. Tens a Rota do Faro da Porta (5,2 km de baixa dificuldade), do Alto do Príncipe (3,5 km), do Monteagudo (5,6 km) e a caminhada até ao Farol de Cíes (Rota Monte Faro – 7,5 km e dificuldade média). Cada um, à sua maneira, permite-nos momentos de cortar a respiração. Se puderes, faz todos!

Pernoitar na ilha e assistir ao pôr-do-sol sentado na praia

passadiço de madeira para a praiaPodes visitar as ilhas Cíes apenas num dia, mas pernoitares na ilha é uma experiência única, principalmente porque podes assistir a um pôr-do-sol único tendo, como companhia, o som do mar, a brisa quente a bater-te na cara e o silêncio de uma praia (quase) deserta.

https://www.instagram.com/p/BnHh3BgHq1M/?utm_source=ig_web_copy_link

Atenção que o único alojamento disponível nas Ilhas é o parque de campismo que tem de ser reservado com antecedência. Podes levar tenda ou alugar uma (ver as condições e características das tendas aqui). O parque está bem equipado e tens boas instalações (balneários, supermercado, restaurantes e bar).

O único “perigo” são mesmo as gaivotas. Elas são as donas das ilhas e, de forma irremediável, mostram aos visitantes que eles são apenas isso, visitantes.

Fazer um piquenique

parque de campismo

As Ilhas oferecem-te vários locais para comer, a preços simpáticos. Mas se queres aproveitar bem as Ilhas, recomendamos que leves uma merenda na mochila. Não só fica mais barato, como nos dá mais liberdade para ir saltitando pela ilha e fazendo paragens ao sabor do vento e da fome. Entre parques de merendas, praias escondidas, sombras de árvores e rochas que parecem varandas viradas para o mar, vários são os locais onde podes fazer um agradável e relaxante piquenique. Não te esqueças que não há caixotes do lixo na ilha, por isso todo o lixo deve voltar contigo.

Nesta aventura pelo “caribe” europeu, escolhe um seguro de viagem à tua medida.

Autores: Vera e Marcelo – Ir em Viagem

Conteúdo Relacionado