Se há lugares que possuem um encanto especial, cuja beleza pode torná-los essenciais, certamente as Ilhas Cíes estariam em uma posição privilegiada entre eles.

“As ilhas dos deuses”, como eram apelidadas pelos romanos, fazem jus a esta alcunha com praias de areia fina, águas cristalinas, falésias e paisagens que te deixarão sem palavras. Existem muitas jóias na Galiza, mas este arquipélago da província de Pontevedra, para além da foz da Ria de Vigo, é uma visita obrigatória. Hoje, a Iati Seguros dá-te as informações necessárias para que aproveites ao máximo a tua visita às Ilhas Cíes.

guia visitar ilhas Cíes

Viajar em Espanha em tempos de COVID-19

Depois de meses com poucas possibilidades de circular, podemos finalmente viajar novamente. Aos poucos, começamos a desfrutar de novo de zonas fora de Portugal e, agora, cada escapadinha é uma grande viagem. Por este motivo, criámos o IATI Escapadinhas, um seguro de viagem com cobertura para coronavírus que, a partir de apenas 0,53 € por dia, também cobre actividades como o cicloturismo, viagens em autocaravana ou viagens com animal de estimação. Não esperes mais e faz já o teu IATI Escapadinhas, o aliado ideal para desfrutares de uma nova viagem por Portugal e pela Europa.

Guia para visitar as Ilhas Cíes

Como chegar às Ilhas Cíes?

Como já dissemos, as Ilhas Cíes estão localizadas na Ria de Vigo, portanto, para chegar até elas, tens de apanhar um barco. Sendo uma área protegida – fazem parte do Parque Nacional das Ilhas Atlânticas da Galiza – o número de visitantes está limitado a cerca de 2.000 pessoas por dia. Ou seja, para visitar o arquipélago existem duas coisas muito importantes: Autorização de Acesso e Bilhete de Barco.

Como obter a autorização de acesso às Ilhas Cíes?

É muito importante obter uma licença antes de comprar os bilhetes de barco. A autorização, gerida pela Junta da Galiza, pode ser solicitada neste link com um máximo de 45 dias de antecedência.

Já tenho a autorização, onde consigo o meu bilhete de barco?

Existem vários portos onde podes apanhar o barco, sendo o principal em Vigo, mas também se pode viajar desde Cangas, Bueu ou Portonovo. É possível entrar em contato com as seguintes empresas para reservar e organizar a tua viagem:

Cruceros Rias Baixas | Mar de Ons | Naviera Nabia

Barco veleiro ria de Vigo

Viajar num barco próprio também é permitido, mas tem em consideração que é necessário pedir uma autorização para atracar nas ilhas. Da mesma forma, podes alugar um barco particular ou um veleiro, sendo que o porto de Vigo oferece opções como a Sailway.

Quando visitar as Ilhas Cíes?

A época alta ocorre entre Julho e Agosto, meses em que as embarcações oferecem serviço todos os dias. É imprescindível fazer a reserva com antecedência nesta altura, pois o fluxo de turistas é muito grande.

Fora da época alta, a frequência dos barcos é reduzida e muitas vezes nem há serviço. Geralmente, de meados de Outubro ao início de Abril, não há circulação.

É possível visitar todas as ilhas?

O arquipélago das Cíes é constituído por três ilhas, das quais apenas duas podem ser visitadas: a Ilha de Monteagudo ou Illa Norte e a Ilha Do Faro ou Illa do Medio. Estas duas encontram-se ligadas por uma ponte e uma praia.

A sul de ambas está a Ilha de São Martinho, que, embora não possa ser visitada, oferece uma vista magnífica.

ilhas Cíes Vista Caminhada

E agora que chegámos às Ilhas Cíes?

Há muita coisa para fazer nas Ilhas Cíes. Não são excessivamente grandes, mas num dia de caminhada podes percorrer facilmente cerca de 15 quilómetros. Também podes ficar a desfrutar tranquilamente da praia, mas é uma pena não fazer nenhum dos percursos pela ilha e conhecer alguns dos seus recantos e miradouros.

Embora exista um posto de informação assim que se chega à praia de Rodas, existem basicamente quatro percursos que cruzam as duas ilhas. O mais conhecido é a subida ao Monte Faro, onde está o farol (como se pode deduzir pelo nome). O trecho final tem uma dificuldade média leve, mas vale a pena subir para apreciar a vista, principalmente da Ilha Sul. Convém estares atento às gaivotas e não deixar comida ou câmeras ao seu alcance.

Posso passar a noite nas Ilhas Cíes?

Sim. Embora as opções de alojamento na ilha sejam bastante limitadas, dado que há apenas um parque de campismo onde ficar. Existem várias zonas de campismo, incluindo uma em que o próprio parque tem tendas disponíveis e outras onde podes colocar a tua própria tenda. Ambas as opções têm capacidade limitada, por isso é melhor reservar com antecedência.

Durante a época alta (Julho e Agosto) a reserva mínima é de duas noites. É aconselhável trazeres o teu próprio saco-cama, embora também possas alugar um no parque de campismo, que também dispõe de WC, duches de água quente, eletricidade e ligação wi-fi.

É importante frisar que se a ideia é pernoitar, é necessário obter a reserva do alojamento antes de comprar os bilhetes do barco.

Preciso de levar comida?

Se vais fazer caminhadas durante a tua estadia nesta ilha, é recomendável que tragas alguma coisa para comer ou lanchar, mas pode fazer as tuas refeições num dos restaurantes da ilha ou comprar no supermercado do parque de campismo.

Posso levar o meu animal de estimação?

Com exceção de cães-guia, os animais domésticos não são permitidos nas Ilhas Cíes.

Pôr do Sol Ilhas Cíes

Esperamos que com este pequeno guia fiques com uma ideia de como organizar a tua viagem pelas Ilhas Cíes. Recomendamos que te atrevas a ficar pelo menos uma noite e que, se o tempo estiver bom, possas desfrutar de um belo pôr do sol. Boa Viagem!

 

Artigo traduzido por Filipe Balseiro

Conteúdo Relacionado