Os documentos e requisitos para viajar para a Tailândia devem ser sempre uma das principais questões a considerar quando estás a preparar a tua viagem ao antigo Reino do Sião. Após o “terremoto mundial” causado pela pandemia da covid-19, existem documentos necessários para viajar para a Tailândia que foram adicionados aos outros que já deves ter em consideração. Neste artigo, vamos analisá-los e responder às perguntas que deves, certamente estar-te a perguntar, como: Já é possível viajar para a Tailândia a partir de Portugal?

Vamos começar!

Posso viajar de Portugal para a Tailândia agora com a covid-19?

Sim, já podes viajar para a Tailândia neste momento, mas claro tendo sempre em consideração certas restrições e documentos obrigatórios que devem ser apresentados para embarcares com destino ao país. A partir do dia 1 de novembro de 2021 os viajantes vacinados contra a covid-19 que voam para a Tailândia, podem entrar no país sem terem que fazer uma quarentena de dez dias. Portugal faz parte da lista dos 47 países que podem entrar na Tailândia sem necessidade de quarentena. Essa lista deve crescer progressivamente em dezembro e janeiro.

Caso estejas vacinado e venhas de um país que não esteja nessa lista, podes entrar através das chamadas “Blue Zones” (zonas azuis). Não terás que ficar em quarentena, mas deves ficar pelo menos 7 noites antes de te mudares para o resto do país. Outros requisitos para viajar para a Tailândia incluem seres portador de um seguro de viagem com cobertura de pelo menos 50.000 dólares (cerca de 43 mil euros), um teste PCR antes da viagem, outro na chegada e um teste de antigénio. Vamos contar-te tudo de seguida.

Resumindo, para viajares para a Tailândia a partir do dia 1 de novembro, tens 3 opções:

  • Se viajares de Portugal (ou de um dos países autorizados) e estiveres vacinado, poderás entrar sem quarentena.
  • Se estás a viajar de outro lugar não autorizado, mas estás vacinado, podes entrar por uma das Zonas Azuis, passar 7 noites e depois sim continuares a tua viagem pela Tailândia.
  • Se não estiveres vacinado, deves manter uma quarentena de 10 dias num estabelecimento autorizado.

pessoas na rua à noite na Tailândia

Viajar para a Tailândia em 2021 com a situação atual

Embora seja cada vez mais fácil viajar para a Tailândia, deves ter em mente que as coisas não são tão simples como antes. Além dos diferentes formulários e certificados que precisarás entre a documentação necessária, agora ter seguro de viagem com cobertura da covid-19 é um requisito obrigatório para viajares para a Tailândia. De seguida, vamos entrar em mais detalhes, no entanto se vieste aqui à procura de informações sobre este ponto, este é o seguro de viagem para a Tailândia que precisas:

seguro de viagem para a Tailândia

É seguro viajar para a Tailândia agora? Pois bem, infelizmente, continuam a aparecer casos de contágio, possivelmente devido ao aparecimento de novas variantes e ao já conhecido “cansaço pandémico”. Embora o pior pico já tenha passado, para o combate à covid-19 na Tailândia, o governo impôs restrições e parece que levou a sério o seu plano de vacinação, que estava muito atrasado. A partir de novembro, a maioria dos viajantes poderá viajar com mais liberdade pelas áreas turísticas e encontrarás a maior parte das atrações turísticas a funcionar normalmente, embora com a implementação de medidas de higiene.

Além disso, se tudo correr conforme o esperado, 70% da população poderá ser vacinada até o final de 2021, já que as autoridades pretendem inocular 100 milhões de doses e a previsão é que cheguem 140 milhões de vacinas até dezembro. Contudo, viajar para a Tailândia agora não é 100% seguro, já que o risco de contágio continua a existir. Porém, seguindo os cuidados básicos, priorizando os locais abertos e fazeres-te acompanhar do melhor seguro de viagem para a Tailândia, será muito mais seguro.

Requisitos para viajar de Portugal para a Tailândia agora SEM QUARENTENA

O processo está muito mais simples neste momento, então, se tiveres vacinado contra a covid-19 com o esquema completo (as duas doses ou dose única) e desde que tenham passado 14 dias desde a última dose, viajar para a Tailândia agora sem quarentena é possível.

Lembra-te que, além desses requisitos especiais, deverás ser portador do passaporte válido, com validade de no mínimo 6 meses a partir da data de entrada no país. Se és um cidadão português e pretendes passar até 30 dias no país como turista, não precisarás de solicitar um visto com antecedência. Se chegares por via terrestre apenas estás isento de visto se a viagem for até 15 dias. Por fim, se estiveres a viajar por outros motivos ou quiseres ficar mais tempo, terás que te dirigir a uma embaixada ou consulado para solicitares o visto. Se quiseres ficar então mais tempo, a opção de Visto Especial de Turista (STV) é a que mais adequada para ti.

Vamos-te explicar tudo em detalhes, no entanto deixamos-te um resumo dos requisitos para viajar de Portugal para a Tailândia sem quarentena:

  • Viaja de um dos países aprovados (que esteja presente na lista do 47 países);
  • Obtém o Certificate of Entry (COE) com antecedência. Em breve, o mesmo será substituído por um mais simples, chamado Thailand Pass;
  • Faz um seguro de viagem para a Tailândia com cobertura de pelo menos 50.000 dólares e que atenda em caso de contágio de covid-19, como todas as apólices da IATI;
  • Faz um teste de PCR 72 horas antes do voo;
  • Reserva e paga pelo menos 1 noite de hotel para o dia de chegada. Este deve ser um dos hotéis aprovados como Alternative Quarantine, Organisation Quarantine, Alternative Hospital Quarantine ou SHA-Plus. O pagamento também deve cobrir um teste de PCR, um kit de teste de antigénio e o transporte do aeroporto;
  • Certificado de vacinação. Crianças menores de 12 anos não precisam ser vacinadas para viajar para a Tailândia, mas devem fazer o teste PCR;
  • Na chegada, farás um exame de saúde e também terás que fazer um PCR (pago por ti). Terás que esperar no hotel até que os resultados saiam;
  • Faz download da aplicação Morchana;
  • Formulário T8 (vão te dar este formulário no avião);
  • Bilhete de ida e volta (ou ida para outro país);
  • Traz a documentação pertinente: passaporte e visto (se necessário).

Se alguma etapa não estiver clara para ti, não hesites em deixar um comentário para que te possamos ajudar a resolvê-la.

Seguro de viagem obrigatório com cobertura covid-19 para a Tailândia

Uma das principais mudanças nos requisitos para viajar para a Tailândia agora é que o seguro de viagem é obrigatório. Até agora, as autoridades tailandesas e portuguesas afirmaram nas suas diferentes declarações que era altamente recomendado. Mas neste momento, quem não tiver seguro de viagem não poderá viajar de Portugal para a Tailândia.

Além disso, não funcionará qualquer seguro. O seguro obrigatório para viajar para a Tailândia deve ter cobertura para a covid-19 e de valor nunca inferior a 50 mil dólares americanos. 

Todos os seguros de viagem IATI têm cobertura covid-19 para que estejas protegido em todos os momentos e possas receber a atenção médica necessária quando precisares. Exames médicos, testes de PCR prescritos por um especialista do país de destino ou quarentena abrangida são algumas das coberturas que encontrarás ao contratares um seguro de viagem covid-19 da IATI .

Assim, o melhor seguro de viagem da Tailândia é aquele que a grande maioria dos viajantes opta, o IATI Mochileiro. Este oferece coberturas para snorkeling, trekking, desportos de aventura como os que farás na Tailândia e até 500.000 euros de despesas médicas. Tudo isto com o melhor preço do mercado.

Não esperes mais e obtém agora o melhor seguro de viagem para a Tailândia, o teu IATI Mochileiro:

seguro de viagem para a Tailândia

PCR negativo obrigatório para Tailândia

Viajar hoje de Portugal para a Tailândia é possível, mas precisarás de fazer um teste PCR negativo até 72 horas antes de voares e precisares também de apresentar os documentos que já falamos anteriormente para entrar no país. Os documentos devem estar em inglês. Teste antigénio não é aceite.

Reserva uma noite num hotel ASQ

Outra das principais novidades nos requisitos para viajar para a Tailândia em 2021, em relação à covid-19, é a necessidade de passar a primeira noite após a chegada em um dos estabelecimentos de quarentena autorizados (Alternative Quarantine – AQ, Organisation Quarantine – OQ ou Alternative Hospital Quarantine – AHQ) ou num hotel da categoria SHA Plus. Estes últimos são hotéis com medidas rígidas de higiene e staff vacinado.

Para entrar na Tailândia é obrigatório ter reservado e pago esta noite de hotel, que também deve cobrir o teste de PCR que farão na chegada, um kit de teste de antigénio (ATK) e transporte até ao alojamento. Podes pesquisar os hotéis SHA Plus aqui.

Em relação a este requisito, deves considerar que deves permanecer no hotel até receberes o resultado do PCR que fizeste à chegada. Geralmente leva menos de 1 dia. Tens que fazer o ATK se manifestares algum sintoma de covid-19. Caso não apareça nenhum sintoma,  terás que fazê-lo entre os dias 6 e 7, mostrar os resultados ao staff do hotel em que estás e fazer o upload para uma aplicação que te vamos falar a seguir (MorChana).

Após esta noite no hotel, podes aproveitar o que a Tailândia tem para te oferecer.

Bilhete aéreo de ida e volta da Tailândia

Embora pareça óbvio para muitos viajantes, entre a documentação necessária para uma viagem à Tailândia também encontramos o bilhete de avião. Para conseguires fazer esta viagem, deves ter um bilhete de ida para a Tailândia e um bilhete de saída do país.

Uma vez que muitos viajantes vão para a Tailândia com um plano de viagem bastante aberto e por vezes, se se sentirem confortáveis, optam por prolongar a viagem com um visto, pode acontecer que não saibas quando vais voltar no momento que compras o teu voo para a Tailândia.

Uma das soluções que muitos viajantes tendem a escolher é comprar um voo para Singapura, uma vez que é um destino próximo e a viagem pode ser económica (podes adquirir o teu bilhete de avião por 40 €), para uma data próxima do vencimento da permissão de permanência na Tailândia. Dessa forma, se optares por ficar mais tempo, não perderias muito dinheiro e, se quisesses sair de Singapura, poderias voar para praticamente qualquer parte.

Formulário T8

O Formulário T8 é mais uma formalidade para entrar na Tailândia. É um documento simples no qual deves anotar se tiveste algum sintoma a destacar nas últimas duas semanas anteriores à viagem. A grande maioria das companhias aéreas vai-te fornecer um durante o teu voo, mas também podes fazer download aqui.

estátua de buda cinzento com pessoas à volta

Aplicativo “MorChana”

Outro requisito para viajares para a Tailândia é fazeres o download do aplicativo MorChana no teu smartphone. Podes fazer isso através deste link para Android ou este para Apple. É uma aplicação de rastreamento do governo tailandês.

Certificado de vacinação

Como dissemos, a única maneira de viajar de Portugal para a Tailândia sem quarentena é ser vacinado contra a covid-19. Portanto, entre os documentos para viajar para a Tailândia está o certificado de vacinação. Este certificado tem que provar que tens o esquema de vacinação completo e que a última dose foi administrada pelo menos 14 dias antes de voares para o país.

O certificado deve ser em inglês e deve conter pelo menos todas estas informações:

  • Nome e sobrenome
  • Data de nascimento
  • Nacionalidade
  • Número do passaporte
  • Nome da vacina covid-19
  • Datas de vacinação
  • Fabricante da vacina e número do lote
  • Organização autorizada no país de origem

Todas essas informações constam no Certificado Covid da União Europeia.

As vacinas autorizadas para viagem à Tailândia são aquelas aprovadas pelo Ministério de Saúde Pública da Tailândia (podes ver aqui) ou pela Organização Mundial de Saúde (vê aqui). Em resumo, as vacinas que são atualmente aprovadas são, CoronaVac, AstraZeneca, Covishield, Pfizer, Janssen, Moderna, Sputnik V e Sinopharm.

Crianças menores de 12 anos que viajem com os seus pais ou responsáveis ​​não precisam de ser vacinadas para entrar no país. Os viajantes menores de 12 anos, que viajem com os pais ou responsáveis, No entanto, devem ter um atestado médico com resultado PCR negativo, emitido no máximo 72 horas antes da viagem.

Certificado de entrada COE (em breve, Thailand Pass)

Depois de reunir toda a documentação para viajar para a Tailândia, terás que passar pela etapa final e solicitar o teu certificado de entrada, o COE. Através deste site oficial do COE podes fazer o upload dos diversos documentos necessários. O processo é muito simples:

  • Lê o resumo geral para verificares se tens todos os requisitos e documentos de viagem necessários para a Tailândia em 2021
  • Se és português e vais solicitar isenção de visto (ou seja, vais ficar até 30 dias na Tailândia), seleciona a opção “11 Exempt”
  • Preenche os teus dados pessoais
  • Faz upload de uma fotografia do teu passaporte e do comprovativo do teu seguro médico com cobertura covid-19 em inglês.

É aconselhável que solicites o COE pelo menos 5 dias úteis antes de viajares (melhor, 15, se conseguires). Dentro de 1-3 dias após a solicitação, poderás ver se foi pré-aprovado. Em caso afirmativo, terás que carregar o bilhete aéreo e a confirmação do hotel na plataforma. Normalmente, é aprovado em 1 a 3 dias úteis.

Quando fores apanhar o voo, e até chegares ao teu hotel na Tailândia, deves levar contigo o certificado do COE, uma cópia do teu seguro de viagem em inglês, um atestado médico a declarar que não tens covid-19 nas 72 horas anteriores ao voo, o certificado de vacinação, o passaporte e o visto caso seja necessário para a tua viagem.

Podes consultar o guia de entrada para a Tailândia neste link e neste vídeo podes ver um breve resumo de todo o processo:

Espera-se que este certificado seja alterado para um mais simples a partir do dia 1 de novembro. Passará a chamar-se Thailand Pass e pode ser obtido neste site.

Procedimento para chegada à Tailândia sem quarentena

Uma vez no país, deverás apresentar em papel toda a documentação necessária para viajar à Tailândia. Noutras palavras, deverás ser portador da apólice de seguro de viagem, o atestado médico PCR, a reserva do hotel, o atestado de vacinação e o COE / Thailand Pass. É nesta altura que terás que fazer download da aplicação MorChana, caso ainda não o tenhas feito. As autoridades verificarão se tudo está correto e se tudo estiver ok poderás ir ao hotel com o transfer que reservaste anteriormente.

Uma vez no hotel, deverás aguardar a realização do teste de PCR e permanecer até a chegada do resultado. Eles também fornecerão o kit de teste de antigénio, que deves usar caso apareça algum sintoma ou então no 6º ou 7º dia após a chegada e fazer o upload dos resultados para a aplicação.

Após este dia, poderás descobrir com calma o resto da Tailândia. Claro, sempre respeitando as restrições e medidas de higiene impostas pelo governo.

Requisitos para viajar de Portugal para a Tailândia agora em 2021 – Chegada em Bangkok e quarentena para NÃO VACINADOS

No caso de não estares vacinado ou se viajares para a Tailândia neste momento de outro país que não está autorizado a fazê-lo sem quarentena, é possível entrar, mas atendendo a mais requisitos. O período de quarentena para estas pessoas é de dez dias e é obrigatório para as pessoas que não estejam vacinadas ou que apenas estejam parcialmente vacinadas (que só tenham uma dose ou que não tenham passado ainda os 14 dias depois de terem sido vacinadas).

Os requisitos para viajar para a Tailândia agora via Bangkok são, em resumo:

  • Seguro médico com cobertura de até $ 50.000. Consulta o nosso artigo sobre o seguro para viajar para a Tailândia;
  • Visto (se necessário)
  • PCR negativo realizado nas 72 horas anteriores
  • Confirmação de reserva de hotel ASQ de 10 noites
  • Certificado de entrada (COE)
  • Bilhete aéreo de ida e volta
  • Download da aplicação “Thailand Plus”
  • Formulário T8
  • Fazer um PCR no momento da chegada e um teste de antigénio no dia 8 ou 9

vista aérea dos barcos durante o dia

Viajar para a Tailândia em 2021 proveniente de OUTROS PAÍSES – SEM QUARENTENA para viajantes vacinados

Uma terceira alternativa no caso de já estares vacinado contra a covid-19, mas teres passado os últimos 21 dias num dos países que não estão autorizados, é passares as primeiras 7 noites numa das chamadas “Blue Zones”. Antes, existiam apenas 4 programas chamados “Sandbox”, mas estes foram alargados para as seguintes áreas:

  • Bangkok
  • Krabi
  • Chon Buri (Banglamung, Pattaya, Si Racha, Ko Si Chang e Sattahip – Na Jomtien e Bang Sarey)
  • Chiang Mai (Mueang, Doi Tao, Mae Rim e Mae Taeng)
  • Trat (Ko Chang)
  • Buri Ram (Mueang)
  • Prachuap Khiri Khan (Hua Hin e Nong Kae)
  • Phang-nga
  • Phetchaburi (Cha-Am)
  • Phuket
  • Ranong (Ko Phayam)
  • Rayong (Ko Samet)
  • Loei (Chiang Khan)
  • Samut Prakan (aeroporto de Suvarnabhumi)
  • Surat Thani (Ko Samui, Ko Phangan e Ko Tao)
  • Nong Khai (Mueang, Sangkhom, Chiang Mai e Tha Bo)
  • Udon Thani (Mueang, Ban Dung, Kumphawapi, Na Yung, Nong Han e Prachaksinlapakhom)

Graças a isto, os viajantes vacinados com o esquema completo, desde que tenham passado 14 dias desde a última dose, podem viajar para a Tailândia sem a necessidade de quarentena. No entanto, eles devem permanecer na área escolhida por pelo menos 7 noites (dependendo da hora de chegada) se quiserem continuar a descobrir o resto da Tailândia. Durante toda a estadia não precisam de ficar fechados no hotel, mas podem desfrutar desta zona do país, claro, com alguns requisitos.

Os requisitos para viajar para a Tailândia desta forma já foram anunciados:

  • Tens que pedir o Certificado de Entrada de que falamos antes e um visto, se necessário.
  • Certificado de vacinação. Terás que fazer o upload do documento na plataforma para conseguires solicitar o COE.
  • É obrigatório adquirir um seguro de viagem para a Tailândia com uma cobertura superior a 50.000 dólares. O IATI Mochileiro é a tua melhor opção.
  • Deves fazer um PCR nas 72 horas anteriores à partida do voo e seres portador do certificado correspondente.
  • Se estiveres a viajar com crianças, menores de 18 anos e maiores de 6 anos não precisam de ser vacinados, mas precisam de realizar um PCR antes de chegar e depois à chegada ao país.
  • É necessário teres uma reserva ou várias confirmadas e pagas em hotéis com a certificação Amazing Thailand Safety and Health Administration (SHA) Plus. Essa certificação com a etiqueta “plus” significa que 70% dos trabalhadores estão vacinados. Tens que ficar pelo menos os primeiros 7 dias no mesmo hotel, depois podes mudar para outro.
  • Tens que fazer outro PCR ao chegar à Tailândia e esperar sem sair do hotel até que os resultados sejam divulgados. Tens que fazer outro teste (um teste de antigénio) no 6º ou 7º dia. Terás que pagar antecipadamente os mesmos antes da viagem e fazer o upload do recibo para a plataforma COE.
  • Passaporte e visto (se necessário).
  • Bilhete de entrada e saída do país.

As vacinas para viajar para a Tailândia são obrigatórias?

Atualmente não há vacinação obrigatória para viajar para a Tailândia se vieres de Portugal. No entanto, lembra-te que terás que te vacinar contra a febre amarela e comprovar com um certificado de vacinação internacional, se vieres de uma área onde a doença é endémica.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros no Portal das Comunidades Portuguesas recomenda que seja feita a vacinação contra as Hepatites A e B.

Quanto à vacina contra a covid-19, por enquanto não é obrigatório para viajares para a Tailândia se entrares através de Bangkok, fazendo a quarentena. No entanto e tendo em conta que é possível viajares de Portugal sem necessidade de quarentena, guarda bem o teu certificado de vacinação.

Carta de condução para a Tailândia

Estás a planear conduzir na Tailândia? Nesse caso, precisarás de pedir a tua carta de habilitação internacional, pois a tua carta de condução portuguesa não será válida. Além disso, deves ter em mente que, embora em Portugal seja permitido conduzires uma mota de até 125 cc com a carta de condução B, não é assim na Tailândia e não está especificado em nenhuma parte da carta internacional. Portanto, se estás a pensar em alugar uma mota e não possuis carta de habilitação específica para a puderes conduzir, corres o risco de ser multado.

Documentação e requisitos para viajar de Portugal para a Tailândia em 2021, perguntas frequentes

Precisas de visto para viajar para a Tailândia?

Não, se a tua estadia for inferior a 30 dias. Se pretenderes ficar mais do que esse tempo, deverás pedir o STV.

Já é possível viajar para a Tailândia?

Sim, desde que possuas os documentos citados no presente artigo e cumpras os diversos requisitos. No caso de seres vacinado contra a covid-19 com o esquema completo e viajares de Portugal (desde que tenhas passado os últimos 21 dias aqui), a partir do dia 1 de novembro de 2021 podes viajar para a Tailândia sem quarentena. Se não estiveres vacinado, podes viajar para a Tailândia, mas mantendo uma quarentena de 10 noites num dos estabelecimentos autorizados.

É necessário seguro de viagem para a Tailândia?

Sim, seguro viagem com cobertura covid-19 é obrigatório para entrar no país. O IATI Mochileiro é o melhor seguro para esta viagem.

Preciso de fazer quarentena se viajar de Portugal para a Tailândia agora em 2021?

Se não foste vacinado contra a covid-19, sim, deves ficar em quarentena pelo menos 10 noites num hotel autorizado. A partir do dia 1 de novembro de 2021, os viajantes vacinados provenientes de um dos países autorizados (como Portugal) não terão que ficar em quarentena.

homem a puxar o seu carrinho de comida na passadeira

Esperamos ter-te ajudado a esclarecer a documentação para viajares para a Tailândia agora. Como pudeste ver, a situação está a tronar-se mais fácil para desfrutares deste maravilhoso país asiático. Aos poucos, as exigências para permitir o acesso a viajantes vacinados foram relaxadas e as regras devem ficar ainda mais fáceis de cumprir a partir de novembro. Assim que existirem mudanças, atualizaremos este artigo para ti e para que sejas o primeiro a saber. Se tiveres alguma dúvida, deixa-nos um comentário abaixo e teremos todo o prazer de te responder.

Se antes já era essencial, agora o seguro de viagem para a Tailândia tornou-se um requisito obrigatório para visitar o país. O IATI Mochileiro é o teu melhor companheiro para esta aventura, pois garante uma cobertura até 500.000 euros de despesas médicas, incluindo as que possam derivar de uma infecção COVID-19 ou da prática de desportos de aventura como caminhadas ou mergulho até 40 metros profundidade. Também estaremos à tua disposição no caso de teres de ser repatriado ou regressar com antecedência devido a morte ou hospitalização de um familiar.

Não penses duas vezes e contrate agora a tua política IATI:

seguro de viagem para a Tailândia