Hoje, no blog da IATI, o especialista em seguros médicos de viagem, vamos falar sobre um grande país: o México.

O México é um país incrível que está à tua espera com os braços abertos para fazer da tua viagem uma experiência única. Uma das suas zonas mais populares é a Riviera Maya. Apesar de que, para muitos, este lugar é sinónimo de passar horas no sol deitado nas suas melhores praias, não nos podemos esquecer de outra das suas grandes atrações, os surpreendentes e belos cenotes.

Hoje queremos ir um pouco mais longe e levar-te a conhecer 6 das melhores ruínas maias de Riviera Maya. Cada uma delas tem uma magia especial que certamente te deixará fascinado.

6 Ruínas maias essenciais para ver na Riviera Maya

piramide maia kukulcanRuínas Maias de Coba

Os especialistas traduzem “Coba” como “água com musgo”, “águas agitadas pelo vento” e até como “água abundante” e, apesar de não estarem todos de acordo, é óbvio que este nome se refere à região dos Grandes Lagos que rodeiam esta antiga cidade que chegou a abrigar mais de 50.000 pessoas.

Agora rodeada pela imensidão de selva, a característica mais distintiva de Coba, e o que a torna numa das ruínas maias mais espetaculares da Riviera Maia, é a grande pirâmide de Nohoch Mul. Os seus 42 metros de altura fazem dela a mais alta em Iucatão e garantem vistas épicas.

Um dos melhores momentos para a visitares é antes do pôr-do-sol, para poderes desfrutar desde o seu ponto mais alto do pôr-do-sol e gozar de temperaturas mais agradáveis ​​do que aquelas que geralmente ocorrem durante a manhã.

piramide maia nohoch mulCoba está localizada relativamente perto dos centros turísticos mais populares, tais como: Cancun (160 km), Playa del Cármen (100 km) e Tulum (40 km). O preço da entrada é de 65 pesos mexicanos.

Ruínas Maias de Chichén Itzá

Não podemos negar que Chichén Itzá é espetacular, linda, maravilhosa e imensa. Mas além de tudo isso, deves saber que, sendo uma das ruínas maias mais populares do Iucatão, é muito provável que a vejas demasiado massificada em comparação com todas as outras desta lista.

Declarada Património Mundial da UNESCO em 1988 e uma das 7 Maravilhas do Mundo, o seu edifício mais emblemático é a grande Pirâmide de Kukulcan, com 30 metros de altura. Se tiveres a oportunidade de a visitar durante os equinócios, vais testemunhar ao vivo o espetacular momento em que as sombras criam um efeito dramático que parece dar vida à grande serpente das escadas.

Além da grande pirâmide, poderás passear pelo enorme recinto de Chichén Itzé e conhecer outras fortificações, um grande cenote e terrenos acidentados onde os antigos maias jogavam ao jogo da bola, a 14 metros de altura.

As ruínas maias de Chichén Itzá estão a 40 km de Valladolid e a mais de 170 km de Playa del Carmen. O preço do bilhete é de 240 pesos e está aberto das 08:00 a 17:00, sendo a abertura e o fecho as melhores horas para visitar o sítio arqueológico, pois há menos gente.

Ruínas Maias de Ek Balam

Como já dissemos, cada uma das ruínas da Riviera Maya tem o seu encanto mágico e particular. As ruínas maias de Ek Balam não são tão grandes quanto as outras das quais falamos, mas guardam grandes tesouros. A entrada para esta cidade, que remonta a 300 aC, está ladeada por duas grandes pirâmides gémeas, uma em frente à outra. Recomendamos que “te percas” pelos seus caminhos e passeies calmamente até à sua espetacular Necrópole, um dos nossos lugares favoritos. De lá, poderás subir a longa escadaria que, embora exija algum esforço, oferece vistas incríveis.

Não te vás embora sem visitar todo o recinto e desfrutar dos detalhes, na forma de esculturas, gravuras e pinturas que sobreviveram ao saque e à pilhagem sofrida.

As ruínas maias de Ek Balam estão a apenas 60 quilómetros das ruínas de Chichén Itzá, o que as torna um complemento perfeito para a tua visita a esta maravilha do mundo. A visita a Ek Balam custa 190 pesos mexicanos.

Ruínas Maias de Ek BalamRuínas maias de Uxmal

Na tua visita pelo Iucatão tens de visitar, sim ou sim, as ruínas maias de Uxmal, uma das nossas favoritas. A joia da coroa da Rota do Puuc foi nomeada Património Mundial em 1996 e vai surpreender-te com edifícios espetaculares, como “A Grande Pirâmide”, “O Convento”, “Casa das Pombas” e “A Pirâmide do Adivinho”, com cantos arredondados insólitos na arquitetura maia.

Ao contrário de outras cidades antigas, aqui encontrarás diferentes painéis de informação que explicam a história e as lendas sobre o Uxmal. Lê os que estão à volta da Pirâmide do Adivinho se quiseres conhecer a história do anão que nasceu de um ovo e se tornou o rei do que hoje são as ruínas maias de Uxmal.

Uxmal fica a aproximadamente uma hora da cidade de Mérida. O preço da entrada é de 220 pesos mexicanos.

piramide mago uxmal riviera mayaRuínas Maias de Tulum

Certamente viste centenas de fotografias de Tulum durante a preparação de tua viagem pelo México.

Como já deves saber, estas ruínas da Riviera Maiya são as únicas localizadas num enclave paradisíaco no topo de um penhasco de frente para o mar. Isto significa que, para além de ser um sítio arqueológico a não perder, é um ótimo refúgio para um dia que pode acabar numa das mais belas praias da região. O seu edifício mais emblemático é El Castillo, que serviu tanto como proteção quanto como ponto estratégico de vigilância em frente à costa caribenha.

Dada a beleza do lugar e o seu fácil acesso, nas ruínas maias de Tulum encontrarás sempre um grande número de turistas. Se chegares durante as primeiras horas, talvez possas desfrutar de algum momento de maior privacidade.

Estas ruínas estão localizadas a apenas 60 quilómetros de Playa del Carmen, o preço da entrada é de 70 pesos mexicanos e também te dá o direito a visitar a praia.

ruinas maias de tulum no iucataoRuínas maias de Calakmul

Deixamos para o final uma das ruínas maias mais épicas do Iucatão. Enorme, muito menos concorrida do que o resto e rodeada por uma fauna e flora incríveis. Encontrarás as ruínas maias de Calakmul no sul da península de Iucatão entre Chetumal e Escarcega, e a poucos quilómetros das selvas da Guatemala.

Uma das razões pelas quais nesta zona arqueológica não encontrarás tantas pessoas quanto nas outras ruínas, é porque o acesso não é tão fácil. A cidade mais próxima fica a duas horas de distância e o transporte que te levará até lá é caro.

Mas acredita, vale muito a pena. Habitada durante mais de 2.000 anos, foi abandonada no século X. Ao aproximar-te do recinto, darás de cara de com as impressionantes pirâmides impressionantes de mais de 40 metros comidas pela vegetação, centenas de estelas e, se tiveres sorte, animais como jaguares e tucanos.

Para entrares nas ruínas maias de Calakmul terás de pagar diferentes bilhetes nos conceitos de entrada, portagem e autorizações que, todos somados, dão cerca de 180 pesos. Se pretendes ir com teu próprio carro alugado, lembra-te de encher o depósito, já que o posto de gasolina mais próximo fica a duas horas de distância.

piramide de calakmulVais viajar para o México?

Embora seja seguro viajar pelas áreas mais turísticas do México, em qualquer lugar do mundo podes ser surpreendido por um acidente, doença ou roubo. A assistência médica neste país pode ser muito cara se precisares de algum tipo de intervenção, tratamento ou hospitalização. Portanto, queremos enfatizar a necessidade de viajar para o México com seguro de viagem. Apólices como a IATI Estrela ou IATI Mochileiro garantem a cobertura necessária para uma viagem dessas características.

 

Artigo traduzido por Susana Almeida

Conteúdo Relacionado