Quais são atualmente os documentos e requisitos para viajar para Londres? Existem algumas alterações para 2022? Com uma pandemia à nossa frente e o recente Brexit, não se sabe bem o que esperar. Felizmente, na IATI, estamos a par de tudo o que precisas de saber sobre viagens e estamos continuamente a actualizar os nossos artigos para garantir que a nossa informação está atualizada e em conformidade.

Neste post, iremos informar-te sobre toda a documentação necessária para viajar para Londres em tempos de covid.

Viajar para Londres e covid-19, posso viajar de Portugal em 2022?

Sim! Se estás ansioso por ver o Big Ben, passear pela Cidade de Camden ou visitar o Museu Britânico, não tens de esperar, pois já podes viajar de Portugal para Londres.

No entanto, devido ao aparecimento da variante Omicron, a partir de 30 de novembro de 2021, os requisitos para viajar para Londres foram reforçados e no dia 7 de dezembro foram novamente reforçados. Como verás abaixo, quem foi vacinado contra a covid-19 com o esquema completo de vacinação consegue mais facilmente tratar da documentação para entrar em Londres.

O que irás encontrar se decidires viajar para Londres agora?

Infelizmente, Londres e Inglaterra como um todo estão a experimentar os piores números de toda a pandemia, um grande aumento das hospitalizações e os funcionários dizem que “o pior ainda está para vir” uma vez que a variante omicron é muito mais contagiosa. Mesmo assim, se decidires viajar agora, não encontrarás muitas restrições. Os eventos e certos estabelecimentos são obrigados a pedir certificados de vacinação ou testes para o vírus, e as máscaras são obrigatórias em espaços fechados. As vacinas de terceira dose estão a ser intensificadas numa tentativa de controlar esta nova onda.

Portanto, embora seja relativamente seguro viajar para Londres, dada a elevada percentagem da população vacinada contra a covid-19, é importante permanecer vigilante e é aconselhável seguir medidas de protecção comuns contra o vírus, tais como usar máscaras em espaços fechados e manter uma distância segura entre as pessoas.

estátua em londres

Seguro de viagem para Londres, um documento essencial

O Ministério dos Negócios Estrangeiros português, nas suas recomendações para viajar para o país, é muito claro e indica: “De referir, sem prejuízo, que os serviços privados de saúde são em regra bastantes caros, pelo que se recomenda a aquisição de seguros de viagem“. Isto torna claro como é essencial ter um seguro de viagem para Londres que te cubra desde o início até ao fim da tua estadia.

A razão? Embora o limitado Cartão Europeu de Seguro de Saúde ainda funcione em Londres (e no Reino Unido como um todo), as diferenças na cobertura são tão significativas que faz todo o sentido fazer um seguro de viagem. Todas as políticas da IATI dar-te-ão o apoio de que necessitas em caso de acidente ou de uma visita de rotina a um especialista, permitindo-te ir a centros médicos privados onde podes esquecer a papelada e as filas de espera, especialmente nesta época pandémica. Também, graças à cobertura COVID, estarás coberto para despesas de alojamento (dentro dos montantes de cada tipo de apólice) no caso de teres de permanecer em quarentena devido a um teste positivo em Londres, despesas de hospitalização e se precisares de fazer um teste para o vírus porque um médico o prescreveu.

Assim, o IATI Standard é o melhor seguro de viagem para Londres. Estarás coberto para despesas médicas até 300.000 euros, mas também 100% das despesas caso tenhas de ser repatriado ou tenhas de regressar a casa mais cedo devido à hospitalização ou morte de um membro da família. Finalmente, este seguro de viagem vai muito mais longe e cobre também situações comuns que podem ocorrer numa viagem deste tipo: atrasos no transporte, roubo ou os custos que podem ser incorridos se a tua bagagem registada for entregue com atraso, entre muitos outros.

Sobretudo, não arrisques em Londres, viaja com a paz de espírito que mereces e obtém já o teu seguro:

viajar para londres

Documentos para viajar para Londres: é possível viajar apenas com cartão de cidadão?

Não. Será necessário um passaporte para viajar para Londres se fores um cidadão português. Devido ao Brexit, e a partir de 1 de Outubro de 2021, não poderás levar apenas o teu bilhete de identidade. Deverás viajar com o teu passaporte e este deverá ser válido pelo menos durante 6 meses a partir da data de entrada.

Apenas os cidadãos portugueses residentes no Reino Unido antes de 31 de Dezembro de 2021 e que se tenham candidatado ao Sistema de Liquidação da UE podem viajar apenas com um cartão de cidadão.

Contudo, um visto não é um documento necessário para viajar para Londres se fores português  e se o motivo da tua visita for para turismo ou para ver um membro da família. Nestes casos, podes permanecer no Reino Unido por até 180 dias. Se viajares por outras razões, poderás ter de solicitar um visto. Podes verificar aqui.

Nota que, devido à covid-19, existem outros requisitos para viajar para Londres. Estes são discutidos em pormenor a seguir.

tower bridge em londres

Requisitos para viajar de Portugal para Londres apesar da COVID-19

Então, a 4 de Outubro de 2021, os requisitos para viajar para Londres (e para o resto da Inglaterra) mudaram, tornando muito mais fácil desfrutar da cidade britânica se fores vacinado contra a covid-19. Contudo, deves estar ciente de que, devido à variante ómicron, há algumas alterações a considerar, das quais falaremos mais adiante.

Para o governo britânico, as pessoas vacinadas são aquelas que têm as 2 doses da vacina covid-19 (apenas uma no caso da vacina Janssen) e passaram pelo menos 14 dias desde que a última dose foi administrada. Assim, a vacinação pode ser comprovada com o Certificado Digital COVID da UE.

Uma coisa a ter em conta é que não é válido viajar para Londres se tiveres recebido 1 dose da vacina (com excepção da dose única), mesmo que tenhas um certificado de recuperação da covid-19. Os residentes de Inglaterra que não tenham sido vacinados por razões médicas são elegíveis para as mesmas regras de vacinação.

Ora, os requisitos para viajar para Londres que discutiremos abaixo aplicam-se a viagens de Portugal e outros lugares não considerados “vermelhos” para o Reino Unido. Se estiveste nos últimos 14 dias num destes locais (podes verificá-los aqui), terás de considerar restrições mais rigorosas. O Reino Unido costumava ter uma lista verde, uma âmbar e uma vermelha, mas desde Outubro unificou-as em vermelho e “não-vermelho”.

viajar para londres

Documentos para viajar de Portugal para Londres: viajantes vacinados contra a covid-19

Se estiveres totalmente vacinado contra a covid-19 e já passaram pelo menos 14 dias desde que tomaste a tua última dose, deves trazer os seguintes documentos para viajar para Londres:

  • Passaporte válido.
  • Certificado Digital COVID da UE.
  • Todos os viajantes com mais de 12 anos de idade devem fazer um teste PCR ou antigénio no prazo de 2 dias antes de viajarem para Londres.
  • Antes de viajar deves reservar e pagar um teste ao vírus que deverás submeter no primeiro ou segundo dia após a chegada. Para o fazeres, por favor clica neste link. Nota que terás de fazer o teste mesmo que estejas em Londres por menos de 2 dias. Este teste deve ser um teste PCR. Anteriormente era permitido um teste de antigénio, mas desde 30 de Novembro que isto já não é possível.
  • Terás de te isolar até obteres os resultados deste teste. Isto pode ser em casa ou no alojamento. Se o resultado for negativo, podes sair da quarentena. Se for positivo, tens de ficar em quarentena durante 10 dias. Este é um novo requisito para viajar para Londres imposto a 30 de Novembro.
  • Preencher o “Passenger Locator Form“. Isto deve ser feito a partir deste link no prazo de 48 horas após a chegada a Londres. Como verás, terás de incluir o número de referência que te será dado quando reservares o teste que mencionámos acima. Além disso, terás de indicar os teus dados pessoais, os detalhes da tua viagem (data e hora) e o endereço onde ficarás em Londres.
  • Uma vez em Londres, durante o primeiro e segundo dia da tua estadia, terás de te deslocar ao local que escolheste para fazer o teste .

A viajar com crianças? Tens de ter em conta que as crianças com idade inferior a 5 anos não têm de fazer um teste. As crianças entre os 5 e 17 anos de idade têm de ser testadas no 2º dia (ou antes) e têm de ficar em quarentena até os resultados saírem. As crianças com mais de 12 anos de idade devem também ser testadas antes de viajar.

Se os requisitos para viajar para Londres mudarem, actualizaremos este artigo com a brevidade possível. Seja como for, à data da tua viagem, consulta sempre as fontes oficiais.

Documentos para viajar de Portugal para Londres: viajantes NÃO vacinados contra a covid-19

Se ainda não foste vacinado, não tens o esquema completo ou ainda não passaram 14 dias desde a última dose, então deves estar ciente de que os requisitos para viajar para Londres são muito mais rigorosos. Na realidade, até mesmo uma quarentena é necessária. Mais concretamente, precisas:

  • Um passaporte válido.
  • O vírus deve ser testado nos 2 dias que antecedem a chegada a Inglaterra. Os testes aceites são PCR, LAMP ou testes de antigénio de fluxo lateral. O certificado pode ser exibido em papel ou num telemóvel. Podes encontrar aqui todos os requisitos para o teste.
  • Reservar e pagar por dois testes de detecção de vírus PCR. Um deve ser feito no ou antes do 2º dia após a chegada e o outro no ou após o 8º dia. Tens de reservar através deste link.
  • Preencher o “Formulário de Localização de Passageiros” no prazo de 48 horas antes da chegada a Londres. Podes fazê-lo a partir deste link.
  • Fazer quarentena de 10 dias a teu próprio custo, seja num hotel ou outro alojamento. Esta quarentena pode ser encurtada se tirares partido do “Test to release“, pelo qual podes ser novamente testado no 5º dia. Se tiveres negativo, não tens de te isolar mais, mas tens de te submeter ao teste no 8º dia. As crianças com menos de 18 anos não têm de ser submetidas a quarentena, mas têm de ser submetidas ao teste ao 2º dia.
  • Fazer os testes necessários no dia 2 (pode ser feito no dia 1) e no dia 8 (pode ser feito mais tarde).

Requisitos para regressar de Londres a Portugal

Atualmente, com a declaração da situação de calamidade, as regras para entrada em Portugal continental obrigam a apresentação de comprovativo de teste COVID-19, com resultado negativo, realizado nas últimas 72 ou 48 horas (no caso do teste rápido de antigénio (TRAg).

imagem

Perguntas mais frequentes sobre documentos para viajar agora para Londres

Posso viajar agora de Portugal para Londres por causa da covid-19?

Sim, podes viajar de Portugal para Londres, apesar da covid-19. Além disso, os requisitos para viajantes vacinados estão a tornar-se cada vez mais simples.

De que documentos de viagem preciso para viajar de Portugal para Londres?

Em situações normais, só precisarias do teu passaporte. Contudo, devido à covid-19, deverás considerar que necessitarás de outros documentos para viajar de Portugal para Londres. Além disso, é aconselhável fazer um seguro de viagem para te cobrir em caso de infecção por coronavírus.

Preciso de um passaporte de Portugal para ir a Londres em 2022?

Sim, uma vez que, devido ao Brexit, a partir de 1 de Outubro de 2021 tornou-se um documento obrigatório para viajar para Londres e para todo o Reino Unido. Se estiveres a viajar como turista, não necessitarás de solicitar um visto, mas lembra-te que só podes ficar até 180 dias.

Quais são os requisitos para viajar para Londres em 2022?

Os requisitos para viajar para Londres dependem do teu estatuto de vacinação. Se viajares de Portugal e fores vacinado contra a covid-19 com o esquema completo (desde que tenham passado pelo menos 14 dias desde a última dose), terás de levar o teu passaporte, o teu Certificado Digital UE Covid, fazer um PCR ou teste de antigénio nos 2 dias anteriores à viagem, reservar e pagar um teste de vírus no primeiro ou segundo dia em Londres e preencher um formulário. A partir de 30/11/2021, terás de ficar em quarentena até que os resultados da PCR voltem. Se não tiveres sido vacinado, entre outros requisitos, terás de ser testado dentro de 2 dias antes da chegada a Londres, pagar e reservar 2 testes de vírus (no 2º e 8º dia) e quarentena durante 10 dias. Se testares no 5º dia e for negativo, a quarentena pode ser encurtada.

Preciso de um PCR para viajar para Londres agora?

Ora, sim, será necessário um teste PCR ou antigénio para viajar de Londres para Portugal. Este é um requisito obrigatório para viajar para Londres, independentemente do esquema de vacinação. Deve ser feito no prazo de 2 dias antes da viagem.

big ben em londres

Agora que estás ciente sobre os requisitos para viajar agora para Londres, esperemos que aproveites a tua viagem!

Lembra-te que agora, mais do que nunca, é muito importante viajar com seguro de viagem para Londres. Além da cobertura de incidentes que afectam qualquer viajante, tais como atrasos no transporte ou despesas causadas por perda de bagagem despachada ou entrega tardia (tais como quando tem de comprar roupa e bens de primeira necessidade), o IATI Standard oferece-te a melhor protecção contra possíveis despesas médicas que possas ter de enfrentar. Este seguro oferece-te até 300.000 euros em despesas médicas e, mais importante ainda, a possibilidade de seres tratado em centros médicos privados de alta qualidade.

Finalmente, todas as apólices da IATI cobrem as despesas (até aos montantes indicados) que possam resultar da COVID-19. Isto significa que se tiveres de ser hospitalizado, colocado em quarentena por ter sido infectado ou se um médico prescrever um PCR, não terás de pagar nada. Além disso, 100% dos custos, se tiveres de ser repatriado ou regressar a casa devido à hospitalização ou morte de um membro da família, serão cobertos por nós. Por isso, contrata já o teu IATI Standard e desfruta de Londres com a paz de espírito que vem com o melhor seguro de viagem:

documentos e requisitos para viajar para londres

Nota: É importante realçar, mais uma vez, que os documentos e requisitos para viajar para Londres alteram-se constantemente devido à recente pandemia. Na IATI, estamos a trabalhar para que os nossos artigos estejam atualizados e ajustados à realidade. No entanto, deverás sempre verificar estas informações com as fontes oficiais do país, companhia aérea e demais agências de turismo envolvidas na tua viagem.