África é o continente menos conhecido do nosso planeta e as viagens de sonho de muito de nós passam por aqui.

Hoje viajamos até ao continente das savanas e dos leões, da tribo Masai e das trovoadas mais espetaculares com a IATI Seguros, lider na venda de seguros de viagem online, para te dar a conhecer os 5 parque naturais que não poderás perder numa próxima viagem.

vista panoramica do serengeti ao amanhecer

5 parques de vida selvagem inesquecíveis em África

Serengeti – Tanzânia

migraçao de bufalos no parque do serengeti

É, porventura, o melhor parque de vida selvagem em África. O Serengeti, na Tanzânia, proporciona momentos como nenhum outro e a sua expansão permite não sentir a pressão do turismo de massas. O Serengeti ocupa uma área superior a 1,5 milhões de hectares e o próprio nome deriva do termo usado pelos Masai para descrever a região – e que pode ser traduzido como “o local onde a planície não tem fim”.

O Serengeti é um dos palcos naturais da Grande Migração, juntamente com o Masai Mara no vizinho Quénia. Este é considerado um dos maiores espectáculos de vida selvagem do planeta, quando milhões de zebras e gnus perseguem as chuvas e buscam pastagens frescas.

Esse espectáculo, por si só, é suficiente para o Serengeti constar nesta lista de melhores parques de vida selvagem de África. No entanto, o parque é mais do que a migração, pois aí podes avistar espécies como leões, chitas, leopardos ou elefantes.

Etosha – Namíbia

leopardo a correr atras de gazela no parque nacional etosha

Se visitares o Etosha não irás jamais esquecer este parque de vida selvagem, pois tem imenso para oferecer e é um dos que permite avistar vida selvagem e não gastar muito dinheiro.

Acampamentos acessíveis e estradas bem conservadas fazem do Etosha a escolha predilecta para self-drive safaris. Os parques de campismo são de óptima qualidade e as estradas estão bem conservadas, podendo visitar o parque sem necessidade de alugar um 4×4.

Nas zonas protegidas para campismo existem charcos, onde os animais bebem durante o dia e noite e podes avistá-los do conforto de um banco. Elefantes, leões, hienas e rinocerontes habitam o Etosha e podem ser vistos com regularidade nestas zonas.

Se quiseres saber mais sobre as precauções que deves ter, lê o nosso artigo sobre segurança para viajar para a Namíbia

Gorongosa – Moçambique

elefante furioso corre em direçao à camara

O Parque Nacional da Gorongosa continua em séria expansão. A guerra civil em Moçambique dizimou a vida selvagem no parque, mas nas últimas décadas um enorme esforço de recuperação foi encetado pelas autoridades locais e por uma entidade dos EUA sem fins lucrativos.

E os resultados estão à vista. Por exemplo, o número de elefantes era de apenas 100 no ano 2000 e agora a população residente é superior a 400 indivíduos. Também a população de predadores, como os leões, tem crescido de forma consistente, embora o número esteja ainda longe do passado.

O sucesso da Gorongosa foi reconhecido pela National Geographic que destacou o parque como um dos melhores locais para visitar em 2019.

Moremi – Botswana

mabeco no parque nacional de moremiA Reserva Natural de Moremi, no Botswana, é um destino de eleição para avistar a vida selvagem, embora não seja fácil ou barato lá chegar. Com boa técnica de orientação e destreza ao volante, é possível visitar sem guias.

Ao contrário de outros parques desta lista, o acesso é complicado, mas acredita que não irás arrepender-te. Se visitares a reserva de Moremi – que cobre uma larga região do Delta do Okavango – terás a possibilidade de avistar vida selvagem num refúgio natural incrível, onde poucos turistas chegam.

Elefantes, búfalos, hipopótamos, leopardos, gnus, crocodilos, leões, chitas, hienas, rinocerontes-negros, rinoceronte-brancos, javalis, babuínos, cães selvagens e mais de 400 espécies de aves habitam esta zona.

Se tiveres ainda mais tempo, podes aproveitar também para fazer um voo de avioneta ou helicóptero sobre o Delta do Okavango (e ver largas manadas de elefantes), explorar o imenso deserto do Kalahari ou o Parque Nacional Chobe – tudo na mesma viagem.

Bwindi – Uganda

gorila macho passeio por entre as arvores em bwindi

O Parque Nacional Impenetrável de Bwindi é o habitat de quase metade dos gorilas das montanhas sobreviventes do planeta.

Com cerca de 320 quilómetros quadrados, o parque do Uganda foi reconhecido pela UNESCO como Património da Humanidade em 1994 e é um dos parques de vida selvagem mais incríveis de África. Perto de 400 gorilas ameaçados de extinção vivem no Bwindi, além de mais de uma centena de mamíferos. Com sorte podes avistar elefantes e macacos, por exemplo.

Os gorilas podem ser vistos durante todo o ano, mas é bom ter atenção ao clima na região, pois fortes chuvadas podem tornar o terreno demasiado difícil para caminhar em busca deste fantástico animal selvagem. As estações chuvosas ocorrem de Março a Maio e de Setembro a Novembro. Se visitares este parque é aconselhável ter um bom seguro de viagem e as vacinas em dia.

As caminhadas para avistar os gorilas do Uganda são limitadas a oito pessoas por cada grupo, para não perturbar os animais. Se quiseres visitar este parque é necessário solicitar a autorização com bastante antecedência, pois as vagas esgotam depressa.

 

Autor: Lugares Incertos

Relacionados